Arquivo de Dezembro, 2006

Mulher de 67 anos dá à luz gêmeos na Espanha

20061231135221pregnant_body_getty.jpg
Mulher grávida (imagem de arquivo)

Mãe e gêmeos devem permanecer no hospital por mais alguns dias
Uma espanhola de 67 anos de idade deu à luz gêmeos e se tornou a mulher mais velha do mundo a virar mãe, de acordo com funcionários de um hospital de Barcelona.

A mulher, cuja identidade não foi revelada, engravidou depois de se submeter a um tratamento de fertilidade no exterior.

A espanhola deu à luz dois meninos, que foram colocados em uma encubadora, em uma cesariana realizada no sábado.

A expectativa é de que tanto as crianças como a mãe permaneçam internadas no hospital Sant Pau por mais alguns dias para se recuperar do parto.

Um porta-voz do hospital, que é especializado em partos de alto risco, disse que a mulher e os dois meninos passam bem.

A espanhola é um ano mais velha do que a romena Adriana Iliescu, que deu à luz uma menina em janeiro de 2005.

Adriana também esperava gêmeos, mas perdeu um dos bebês.

da BBC Brasil

Assim se prova nunca é tarde para se ser mãe

Honda promete produção em massa de carros a pilha até 2018

da France Presse, em Tóquio

A fabricante japonesa de automóveis Honda pretende produzir em massa carros ecológicos movidos a pilha até 2018, segundo um comunicado à imprensa divulgado nesta sexta-feira.

Terceira maior montadora de carros do Japão, a empresa planeia iniciar em 2008 no Japão e nos Estados Unidos a produção de um carro popular movido a hidrogénio. “Acredito que essa tecnologia tornará muito próxima a produção em massa desses veículos em dez anos ou menos”, disse o presidente da Honda, Takeo Fukui, em uma entrevista à agência Kyodo News.

“Acredito que, em 2018, o desenvolvimento [de carros movidos a pilha] estará muito avançado”, acrescentou. “A produção em larga escala será uma possibilidade real.”

O carro desenvolvido pela montadora líder do mercado representa um grande corte nas emissões de CO2. Porém, o alto preço de carros como esse –estimado em 100 milhões de iens (US$ 840 mil) cada um– representa uma grande barreira à comercialização de carros movidos a hidrogénio.

Os carros movidos a pilha produzem electricidade através de uma reacção química entre o hidrogénio e o oxigénio, resultando em apenas água como produto final. Fukui disse que espera uma grande procura dos consumidores pelo carro movido a pilha da Honda se este for vendido por 10 milhões de iens (US$ 84 mil).

A Honda apresentou anteriormente um modelo baptizado de FCX, um carro do tipo sedan conceitual movido a hidrogénio, mas antes que a próxima geração de carros se torne mais comum, Fukui disse que terá que enfrentar alguns desafios tecnológicos. Segundo o presidente da montadora, os desafios incluem reduzir a quantidade de metais nobres usada nas pilhas, melhorar o armazenamento de hidrogénio e produzi-lo a um custo menor.

da Folha Online

Não deixa de ser uma agradável notícia para quem se preocupa cada vez mais com a destruição do meio ambiente, embora o custo do automóvel possa não ser acessível a todas as bolsas, dificultando assim a sua opção de compra.

macroscopio brinda-nos com mais um excelente post cuja nota prévia reproduzo

Nota prévia:

Em ver de se ler as tretas do que os generais de aviário, comentadores de Domingo, articulistas e articuletas que colonizaram em regime de avença os dn, públicos, espessos, soís e demais papelada é um exercício bastante mais profícuo e enriquecedor ler certos blogues. A única desvantagem é isto não render “pilim”, o que significa que certa certa gente só trabalha com dinheiro à vista; e outros – aqui pela blogosfera – empregam os seus recursos intelectuais no ciber-espaço de forma tão gratuita quanto generosa. Tenho para mim que certos bloggers já estariam multi-milionários se facturassem na proporção directa do seu talento. Quanto aos gatos pingados que escrevem no jornais de papel – com honrosas excepções, são isso mesmo: uns gatos pingados avençados. Envergonhar-se-iam se soubessem a jana que valem. Muitos fingem até não ler ou conhecer certos blogues para assim terem a desculpa perfeita para se pouparem a esse enxovalho intelectual. São os cáfilas do novo tempo.

Bem o resto, tudo quanto serviu de base a esta nota prévia, recomendo a sua leitura aqui deixando o meu aplauso ao seu autor

A minha mensagem de ano novo

Mais um ano que termina
sem a vida melhorar
a culpa é de quem domina
e se julga a governar

Cada vez mais indigentes
existem na sociedade
são vários os descontentes
dos jovens à 3ª. idade

Expectativas não temos
nem em quem acreditar
não sei se continuemos
nas eleições a votar

Andamos a ser enganados
pelos partidos concorrentes
somos sempre governados
por oportunistas reincidentes

Não nos restam alternativas
no quadro político vigente
muitas leis são permissivas
no bem estar desta gente

Ano novo vida velha
nada mais há que esperar
andarmos todos com a telha
e muitos calmantes tomar

Aproveito este ensejo
para poder desejar
melhoria que não prevejo
nesta vida de mal passar

Mas fica a esperança
que havemos de conseguir
terminar com a bonança
dos que nos põem a pedir

Basta que nos unamos
num objectivo comum
nas dificuldades que passamos
deixá-los pois, em jejum

Recebi ontem a melhor prenda do Natal

copia-de-p1120039.JPG
É verdade meus amigos. Depois duma semana e dois dias de hospitalização cinco dos quais ligada ao ventilador do Hospital de Santa Maria, a minha neta regressou a casa dos seus pais onde ainda está a convalescer do grave problema de saúde que quase lhe tirou a vida. Os pais que tiveram a pior quadra de Natal jamais imaginada por esta terrível experiência porque passaram permitiu-lhes aperceberem-se que a noite de consoada e o dia de Natal, foram tranquilos na unidade hospitalar onde estava a ser tratada a sua filha, minha neta, permitindo-lhes esse facto concluir que, efectivamente as urgências dos hospitais continuam a ser utilizadas pela maioria dos utentes que a elas recorrem, como uma forma de obterem a consulta não possível no Centro de Saúde da área da sua residência, para além duma vez ali entrados poderem ser submetidos a vários exames e quase de imediato saberem o seu resultado.
Ou seja, no elevado número de utentes que recorrem ao serviço de urgência dos Hospitais, muitos poucos são aqueles que efectivamente requerem o tratamento de urgência, por o seu estado de saúde não o justificar. Daí este serviço dos hospitais continuar a abarrotar de gente “por dá cá aquela palha”, a ele recorre, prejudicando efectivamente os doentes cujo estado de saúde requer tratamento de urgência.

Mas afinal o quê que esta gente pretende demonstrar nesta fase em que já está definida a data do referendo

Sinceramente não consigo entender nem uns nem outros os dos movimentos do “Sim” pela despenalização do aborto e os dos movimentos do “Não”, para que tal não aconteça. Continuam uns e outros a recolher assinaturas como se fosse efectivamente necessário através do seu resultado definir quem está a favor ou contra numa altura em que está marcada a data do referendo e será através deste que o eleitorado se pronunciará se concorda ou não com a liberalização.
E contrariamente à ideia que pretendem fazer passar os movimentos promotores do “Não”, o objectivo da liberalização não visa a adopção do aborto como uma forma de resolver uma consequência do não uso dum qualquer processo de contracepção que não foi devidamente acautelado, acabando por ser este o recurso para evitar o nascimento dum filho não desejado. Não é isso que pretendem os defensores da despenalização do aborto nos quais me incluo. Não vejo é nenhuma razão nem justificação para que uns e outros insistam na recolha de assinaturas para demonstrarem não sei muito bem, o quê.

Antiácidos podem enfraquecer ossos, diz estudo

20061227202250ossosdentro203.jpg

O enfraquecimento dos ossos costuma levar a fraturas em idosos.

Uma pesquisa feita por uma universidade americana indica que o uso de um tipo de antiácido pode estar relacionado ao enfraquecimento dos ossos, ao aparentemente prejudicar a absorção de cálcio pelo organismo.
No estudo, feito pela Universidade da Pensilvânia, foram analisados os registros médicos de cerca de 145 mil pessoas que moravam na Inglaterra, todas com mais de 50 anos.

Os pesquisadores descobriram que, estatisticamente, a chance de uma dessas pessoas ter uma fratura de bacia era 44% maior se ela tomava um tipo de antiácido, o inibidor de bomba de próton, por mais de um ano. Se o tomavam a mais tempo, a probabilidade era ainda maior.

Milhões de pessoas tomam esse tipo de droga para controlar a acidez no estômago. Entre os medicamentos mais comuns do tipo está o omeprazole.

Pesquisas anteriores já indicavam que a droga podia interferir na habilidade do corpo de absorver cálcio para manter os ossos saudáveis.

Conselhos

Em um artigo sobre o novo estudo, publicado na revista Journal of the American Association, os pesquisadores dizem que os “médicos precisam ficar atentos à potencial relação quando receitarem inibidores de bomba de próton e devem usar a menor dose efetiva para pacientes com indicações apropriadas”.

Eles também aconselharam os médicos a recomendar pacientes idosos a tomar suplementos de cálcio juntamente com as drogas para minimizar o risco de fraturas.

No entanto, Ken McColl, professor de gastroenterologia da Universidade de Glasgow, na Escócia, disse que o estudo não prova uma relação de causa e efeito entre o uso dos antiácidos e o enfraquecimento dos ossos.

Ele disse que um grande número de pessoas com artrite e outros problemas nas juntas – já mais suscetíveis a fraturas – tomam grandes quantidades de analgésicos que, por sua vez, ativam a acidez no aparelho digestivo.

Embora os autores da pesquisa tenham ajustado os resultados levando em conta isso, McKoll disse que ainda existia a possibilidade de que as conclusões do estudo fossem distorcidas.

“Ainda que este estudo levante questões interessantes”, disse, “está longe de provar que os inibidores de bomba de próton estão causando o problema”, disse McKoll.

da BBC Brasil

Sempre fui e vou continuar a ser um crítico acerca da eficácia comprovada dos medicamentos e sobretudo das reacções ou melhor dos efeitos secundários que produzem. E este se for confirmado é bastante grave porque contribui para o enfraquecimento dos ossos o sustentáculo do nosso corpo.


Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 690,493 hits

Comentários Recentes

Maria em Cada vez mais me capacito que…

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

  • RT @fernando_cabral Blogger da Geórgia explica ataque ao twitter http://bit.ly/Oybo5: Fica assim provado que os russos são uns tipos porreir 7 years ago
  • não a favoreceu. Bem longe disso. 7 years ago
  • Isto por aqui está desinteressante, ninguém aborda ninguém, por falta de tema desafiante, adeus e passem muito bem 7 years ago
  • Será que a ideia de rasgar, vai contemplar o plano tecnológico, para que Portugal possa ficar, mais atrasado no resultado lógico 7 years ago
  • a compra de de tamiflu que nem sequer está aconselhado para combater esta estirpe 7 years ago

Follow me on Twitter