Arquivo de Junho, 2008

Por mais que se esfalfem Carvalho da Silva e Jerónimo de Sousa a organizar manifestações contra o governo, menos participantes conseguem

É certo que não é alheio a este fenómeno o facto de estarmos em época estival e muitos dos possíveis participantes estão mais interessados em rumarem para destinos paradisíacos, sim porque alguns até têm meios para o fazer a fim de passarem as suas merecidas férias, porque este ano em matéria de manifestações elas já foram mais que muitas e parecendo que não, percorrer a pé as avenidas de estandartes na mão a chamarem mentiroso e aldrabão ao 1º. Ministro, isso francamente cansa. Por isso fica aqui um conselho ao Carvalho da Silva e ao seu dirigente político Jerónimo de Sousa, suspendam por agora o calendário de manifestações que já estão agendadas porque assim ficam muito mal vistos face à fraca participação de manifestantes, que conseguem arranjar. Organizem-nas a partir de Outubro e de preferência em dias úteis porque os que pertencem à função pública pelo menos ganham o dia mesmo que participem na manifestação.

Temos pois que perceber porque temem os magistrados

Temos pois que perceber

porque temem os magistrados

pois isto pode acontecer

praticado por cadastrados


Na maioria dos crimes

que são então praticados

ficam impunes seus autores

vão para casa encantados


Reagem pois alguns autores

praticantes da deliquência

mas então senhores doutores

vão optar pela sua inocência


Para assim então evitar

correr o risco de ser agredidos

ter um agente para os policiar

evitando que sejam ofendidos

Está cumprida a 3ª. semana de tratamento conjugado de químio e radioterapia

Este momento que vivo

afectado por uma doença

qualquer conhecido ou amigo

tem-me desejado que a vença


Muita força me é dada

neste meu dia a dia

gente que está  preocupada

e nunca tal imaginaria


Os tratamentos decorrem

cumpriram-se já 3 semanas

as dietas que se consomem

dão-nos pois muitas ganas


São pois insuportáveis

para quem não estava habituado

quem já fez está em vantagens

de aguentar com este fado


A coragem não nos falta

para vencer esta doença

que ela vá para o raio que a parta

por convicção e muita crença


Não me poupo a esforços

consigo tudo suportar

os ânimos são os reforços

para a doença debelar

Que lhe interessa a Mugabe saber que a UE, Portugal ect., não reconhecem legitimidade às eleições do Zimbabué

O ditador Mugabe, está-se pouco ralando para as condenações que estão a ser feitas pelo resto do Mundo. Ele vai continuar no poder até morrer e a destruir aquele que já foi o celeiro de África, mas que com a sua subida ao poder e a expropriação das propriedades aos colonos brancos acabaram por deixar de produzir. Mas o Bush o paladino da democracia internacional neste caso nada faz para impedir que este assassino do seu povo seja destituído do lugar que ocupa à força. Como não se preocupa com a situação económica débil de vários outros países africanos que estão a ser liderados por ditadores escudados nas suas forças armadas que através da força garantem a sua manutenção no poder vão enriquecendo eles e suas famílias e os seus povos vivendo miseravelmente e morrendo de fome. Os americanos tiveram em relação a África apenas uma preocupação, libertá-la do jugo dos paises colonizadores e entregar o poder a ditatores que exploram os recursos dos países em proveito próprio e num total prejuízo das populações que vivem miseravelmente morrendo até de fome, facto que antes quando colonizados por países europeus tal não acontecia.

Os países produtores de petróleo perceberam que já não têm muito mais tempo para explorar esse recurso

E vai daí, conjuntamente com outros especuladores dos mercados financeiros resolveram arrecadar lucros que jamais ao longo da história da exploração petrolífera havia acontecido. Embora os povos nesses países em que a sua principal fonte de riqueza seja o chamado ouro negro, vivam na sua maioria no limiar da pobreza, as companhias petrolíferas e os xeiques arábes vivem faustuosamente enriquecendo cada vez mais e fazendo altos investimentos fora dos seus países para através deles obterem ainda mais riqueza. E como têm a percepção de que as suas jazidas de petróleo apenas lhes podem continuar a proporcionar uma vida faustuosa poucos mais anos, resolveram optar por esta escalada de preços que está a afectar a maior  parte dos países não produtores de petróleo. E os governantes desses países não terão outra alternativa que não seja a de alterarem imediatamente as suas políticas de investimentos vultuosos no asfalto, deixando pois de se preocuparem em contruir mais rodovias porque as que existem já chegam e num futuro próximo nem sequer vão estar saturadas porque à medida que os preços de combustíveis vão subindo mais pessoas vão sendo obrigadas a abandonar o automóvel para se deslocarem por falta de recursos para suportar este enorme encargo que significa hoje o seu uso contínuo.

A opção será voltarmos ao transporte ferroviário em larga escala para satisfazer as necessidades das populações nas suas deslocações para os mais diversos locais. E o comboio mesmo na grande urbe não se pode cingir às suas zonas periféricas o comboio tem que passar a roubar espaço às rodovias para conseguir corresponder as necessidades das populações. É preciso apostar mais nos investimentos no Metro, eléctrico e no combóio porque o uso individual do automóvel vai por força dos incomportáveis aumentos dos combustíveis, obrigar a maioria da população a ter de recorrer aos transportes públicos e o autocarro pelas mesmas razões também não será uma solução.

Por vezes somos forçados a mudar de opinião face a determinadas circunstâncias que a tal nos obrigam

Até há muito pouco tempo, isto é, até se verificar a escalada contínua dos preços dos combustíveis também fui um dos que criticou a necessidade do investimento numa linha de alta velocidade. Mas, fui obrigado a mudar de opinião. Ela não é só necessária como urgente, talvez mesmo até mais necessária do que o novo aeroporto em Alcochete. Ficamos hoje a saber de que a TAP não só não vai lucrar segundo as previsões da respectiva administração os 66 milhões de euros, como já apresenta um prejuízo de 102 milhões de euros, isso em resultado dos aumentos significativos dos preços dos combustíveis.

Como o preço do barril do petróleo tal como se prevê vai atingir até final do Verão 170 dólares e muito provavelmente em Dezembro pode atingir os 200, para que valores passarão os novos preços das passagens de avião, tendo em vista esse aumento brutal do custo do combustível e a necessidade de evitar que as companhias aéreas continuem a somar prejuízos. Por isso mesmo a alternativa para fazer face ao transporte aéreo e rodoviário só mesmo o ferroviário e quanto mais depressa melhor.

Muita gente vai deixar poder andar de avião porque com a contínua escalada dos preços dos combustíveis e consequentemente a actualização dos preços dos bilhetes, desmotivarão especialmente aqueles que têm menos recursos a utilizar como hoje ainda o utilizam como meio de transporte para viagens longas.

E muito provavelmente mais tarde ou mais cedo acabarão por voltar ao transporte marítimo para as viagens de médio curso, como alternativa ao transporte aéreo.

Windows XP sai do mundo top, mas continua nos PCs baratos

EMERSON KIMURA
Colaboração para a Folha de S.Paulo

Se você pensa em comprar uma nova licença para o Windows XP –para usar em um computador novo, por exemplo–, é bom correr. O sistema operacional da Microsoft só será distribuído para varejo e grandes fabricantes de PCs até o final deste mês.

A partir de então, restará apenas o que houver em seus estoques. Será cada vez mais difícil encontrar o XP em caixinhas nas prateleiras das lojas ou pré-instalado em micros de empresas como HP, Dell, Lenovo, Positivo e CCE.

Mas não precisa ter muita pressa caso pretenda adquirir um micro de um pequeno fabricante –que a Microsoft chama de integrador ou “system builder” (montador de sistema)–, para quem o XP estará disponível até 31 de janeiro de 2009.

A pressa é ainda menos necessária para quem procura PCs de baixo custo –para os quais edições do XP Home Edition serão distribuídas para pré-instalação até 30 de junho de 2010.

Essa categoria inclui os netbooks ou subnotebooks, ultraportáteis com hardware limitado cuja popularidade tem crescido. É uma “categoria emergente de produtos” que, mesmo para os próprios fabricantes, ainda não está bem definida, diz Ricardo Wagner, gerente de produto do Windows.

A forte presença do Linux em subnotebooks pode ter colaborado para que a Microsoft estendesse a vida do XP neles. “Um processo natural da concorrência”, diz Wagner.

Devem se preocupar menos ainda o donos de PCs com o Vista Business ou Ultimate pré-instalado, que têm direito ao downgrade para o XP até o Vista deixar de ser vendido.

“Caso o consumidor não tenha o CD [do XP], é possível adquiri-lo por meio do serviço de atendimento da Microsoft pelo valor aproximado de R$ 49”, explica Wagner. A variação do dólar pode mudar o preço.

Mas será que, diante dos pedidos para que o XP continue a ser vendido normalmente, a Microsoft não poderia mudar sua decisão? Improvável, diz Wagner. Ele afirma que não foi um processo rápido e houve muitas conversas com “grandes fabricantes globais”.

A empresa planeja fornecer suporte ao sistema, com atualizações gratuitas de segurança, até 8 de abril de 2014. Vale lembrar que versões do XP pré-instaladas estão presas ao equipamento original, ou seja, não podem ser transferidas a um computador novo.

da Folha Online

Comentário

O importante é que o sistema se mantenha utilizável por mais alguns anos, para evitar obrigar os seus detentores a ter de adquirir o novo Vista


Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 696,381 hits

Comentários Recentes

LouannEmoro em A doença do foro oncológico é…

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

Follow me on Twitter