Arquivo de Maio, 2009

Este é um títulos do “i”Acções da Mota-Engil desvalorizaram 40,4% desde que Jorge Coelho chegou

As acções da Mota-Engil desvalorizaram 40,4% durante o primeiro ano de Jorge Coelho como presidente-executivo do grupo, um comportamento influenciado pela crise generalizada nos mercados financeiros, que começou no final de 2008.

Comentário

Não me digam que esta expansão de negócios vai ser algo semelhante ao que se passou no BPN com um resultado idêntico mas neste caso liderado, por um militante destacado do PS, para ficaram empatados em matéria de casos

Por concordar com o autor do Macroscópio transcrevo com a sua licença o seu post sobre a ultima sondagem revelada

20090529

Sondagem: Vital alarga vantagem e Nuno Melo não é eleito

Bloco fica no quarto lugar e CDU em terceiro

Na projecção dos resultados da sondagem, o PS atinge os 37,1%, o que lhe garante entre nove e dez deputados. O PSD fica-se pelos 32 (7 a 9 deputados), o Bloco atinge o limiar dos 10% (mais precisamente 9,9) e pode estar entre dois e três deputados. Em quarto lugar surge a CDU com 7,7 (1 ou 2 deputados) e no quinto vem, então, o CDS-PP, com apenas 3,5%, o que deixa Nuno Melo fora do Parlamento Europeu. Os outros partidos, todos juntos, deverão chegar aos 4,9%.(…)
  • Obs: Com a falta que Nuno melo faz nas Comissões especializadas da AR para fazer o papel de inquisidor-mor da República já se antevê uma não eleição para a Europa. Coitado do melo, regressa à AR onde costuma fazer política como se estivesse na barra do tribunal, ainda que ele não tenha percebido que há uma grande diferença entre uma coisa e outra. Os radicais do BE descem, o PSD tenta sobreviver, a cdu deve manter e o PS sobe. Veremos como se comporta a abstenção, dados os precedentes históricos que têm sinalizado estas eleições. De salientar a pedalada de Vital Moreira, o mais velho de todos os candidatos é o que revela mais força anímica, organização de ideias e de pensamento e alinha um conjunto de soluções para uma Europa solidária, coesa e mais desenvolvida. Invista-se, pois, em Vital Moreira, de longe o melhor eurodeputado ao Parlamento Europeu para aí defender os interesses nacionais de Portugal.
Comentário:
Concordo inteiramente com a opinião do autor. O Nuno Melo faz imensa falta no parlamento quanto mais não seja para nos divertir com as suas intervenções. A minha previsão e revelei-a não foi tão longe. Admiti que o CDS conseguisse a sua eleição e nada mais por isso referi que isto seria a sua primeira derrota, mas pelos vistos nem sequer ele vaio conseguir ser eleito, o que se tal acontecer traduzirá uma dupla derrota.

Vão todos ficar contentes com o resultado obtido

Serão no próximo domingo

as eleições europeias

eu tenho para comigo

que elas não vão estar cheias


De eleitores votantes

que já em nada acreditam

votam pois os militantes

que os simpatizantes se ficam


Pelas zonas balneares

a curtiram este sol

enchem as praias demais

colorindo-as com os guarda-sóis


Muitos andam amargurados

com as tristezas da vida

alguns são explorados

duma forma desmedida


Mas para os que têm bons empregos

estes problemas passam-lhes ao lado

gozando a vida com seus folegos

com seus planos bem programados


Uns choram outros rejubilam

neste mundo onde a desigualdade

nesta crise que vai dar sarilho

se nada se fizer pela igualdade


Como de costume vão afirmar

os partidos concorrentes

que ficaram todos a ganhar

mesmo com os eleitores indiferentes

Henrique Monteiro refere no seu “Expresso” que a Comunicação Social, não é o quarto poder como lhe querem atribuir os membros do governo, quando atacados

Nenhum de nós é ingénuo ao ponto de não perceber que a Comunicação Social estando ao serviço de vários grupos económicos não é isenta quanto à tendência política dos seus patrões e argumentos como este de Henrique Monteiro não colhem. Os portugueses sabem quando a comunicação social em acções concertadas baseadas em falsos prossupostos que envolvem políticos da cor diferente aos patrões para os quais os mesmos trabalham utilizam-nos para fazerem campanhas e é nisso que o poder político acusa a Comunicação Social de ter o poder de influenciar as pessoas com injecção de notícias que na maioria das vezes não correspondem à verdade. E porque a liberdade de expressão é respeitada neste país ainda que se ultrapassem os limites como acontece variadas vezes, os visados raramente recorrem aos tribunais até porque como se sabe, não é muito normal os juízes condenarem a Comunicação Social por abuso de linguagem ou falsas notícias. Além disso porque os tribunais demoram imenso tempo a decidir nos processos de injúrias ou falsas declarações os próprios visados evitam de recorrer a juízo para incriminarem os seus autores. Daí que o facto de Henrique Monteiro não concordar com o modelo de informação escolhida por Manuela Moura Guedes e achar que ela tem o direito de afirmar o que lhe apetecer, porque depois os visados a podem accionar judicialmente e nunca o poder político, só por si não justifica a linguagem pela mesma usada. Obviamente que o poder político, tal como o bastonário de Ordem dos Advogados têm o direito de emitir a sua opinião em relação às opções de Manuel Moura Guedes em matéria de abordagem dos temas que escolhe isso não significa que lhe estejam a coartar o direito de liberdade de expressão, pois tal não passa duma fantasia que nada tem com a realidade, a qual, por tudo quanto tem sido afirmado pela comunicação social com fundamento ou sem ele, não tem sido  em circunstância alguma limitada pelo poder político nem o poderia ser. Afirma ele e outros jornalista que se subsiste essa intenção, mas o facto é que na realidade cada jornalista escreve como muito bem entende sem que nenhuma entidade nisso interfira.

Segundo o Expresso o sexa PR também beneficiou com a venda de acções da SLN

O que me parece natural dada a sua proximidade amistosa a Dias Loureiro e talvez por este aconselhado vendeu 2,40 € em altura oportuna, as suas 250.000  acções compradas conjuntamente com sua filha, que lhe havia custado 1,00€, cada,  ganhado com a transacção  340.000 mil euros. O mesmo aliás aconteceu com as acções de Dias Loureiro que também ganhou uma boa maquia face ao seu elevado sentido de oportunidade de negócio. E nisto das compras e vendas de acções na bolsa não se pode por esse simples facto tirar conclusões mas podemos ficar com as interrogações, por uma razão muito simples, não constava nos meios bolsistas que os lucros do BPN ou das empresas do grupo, estavam em alta o que, como acontece com a Banca sempre que tal registo se verificava o valor das suas acções sobe.

A líder do PSD faz afirmações hilariantes

Acusa ela o PS de estar a descer de nível em termos de campanha eleitoral. Essa é boa,  agora porque não lhes convém todo este barulho em torno duma realidade indesmentível que foi a falência do BPN provocada por alguns destacados membros do PSD, vêm afirmar que o tom da campanha baixou de nível,  mas enquanto lhes deu jeito a campanha Freeport o nível aí estava alto. Valha-lhes Deus.

Era só o que faltava nós (o Estado) termos de indemnizar os accionistas do BPN pelas perdas do seu investimento

Eles é que escolheram o Conselho de Administração que pelos vistos se provou, pela falência fraudulenta do Banco, serem um grupo de bandoleiros e sendo por isso sua a culpa era agora o Estado que somos todos nós que lhes iria devolver o seu dinheiro. Que o peçam a quem os tramou, que eles conhecem-nos muito bem e não foi só o cabecilha que está preso outros há que também têm culpa no cartório, conforme confirmou um dos accionistas da SLN.


Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 696,381 hits

Comentários Recentes

LouannEmoro em A doença do foro oncológico é…

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

Follow me on Twitter