Arquivo de Fevereiro, 2010

Há movimento de cidadãos no Facebook que devem ser admiradores do PSD, CDS, BE, PCP e leitores do Sol, Expresso e do Público que querem derrubar o 1º. Ministro

Num país em que efectivamente está mais que demonstrado nunca houve qualquer violação da liberdade de expressão apareceu um movimento de cidadãos que pedem a demissão do 1º. ministro como se estivesse-mos a viver numa República de Bananas em que cada cidadão ou um qualquer grupo formado, pudesse determinar os destinos do País através de manifestações deste cariz. Alguns vão até mais longe e pedem uma revolução com sangue sem nunca sequer talvez tenham assentado praça num qualquer Regimento, vestido um uniforme militar  ou até ouvido um tiro num cenário de guerra. Uma espécie de heróis de ocasião. Mas não é necessário nada disso. A sua motivação não precisa de ir tão longe basta apenas e só garantirem aos partidos da sua simpatia que derrubem o governo no parlamento e terão oportunidade em eleições legislativas antecipadas poderem escolher quem muito bem entenderem, sem derramamento de sangue.

O blog o “Jumento” que já o referi várias vezes é um dos de referência da blogosfera, brindou-nos hoje com esta sátira

Então e eu?

Este é um post de desabafo, mas não resisto a este grito de revolta, sinto-me marginalizado, ostracizado, desprezado, sinto que estou a ser tratado como um cidadão de segunda, talvez mesmo de terceira, a razão? Devo ser dos poucos portugueses a quem Sócrates não telefonou, não pressionou, não tentou comprar, bolas, nem um miserável telefonema?

Não há ninguém neste país que depois de um “está lá, quem fala” não tenham ouvido “o Senhor engenheiro José Sócrates quer falar consigo”. Ando por aqui a blogar há mais de cinco anos, ainda Sócrates nem imaginava que ia ter Manuel Alegre a morder-lhe as canelas por tudo e por nada e nem uma chamadinha, até o arquitecto que lançou o SOL mais tarde teve direito a uma hora de telefone, e eu nada.

Sou mesmo um azarento!

Também sou um dos poucos portugueses que nunca foi constituído arguido, já estive para o ser mas os tipos da Interpol tramaram-me, recusaram-se a investigar a minha identidade porque não lhes disseram qual o crime que eu tinha cometido. Como se isso fosse problema, em Portugal somos todos suspeitos à nascença, mais tarde ou mais cedo somos investigados e constituído arguidos, se formos políticos somos julgados sumariamente na praça pública, se não tivermos nomes seremos arguidos durante uma década, até que o magistrado responsável se reforma ou começa a ter sintomas de doença de Parkinson. Porque será que em vez de pedirem ajuda à Interpol não pediram ajuda ao magistrado de Aveiro? Com tanto artigo no Código Penal e no Código da Estrada certamente que descobriria uma boa razão para passar uma certidão e promover-me ao estrelato.

Mas não, não tive direito sequer a ser chamado à Comissão de Ética do parlamento para dizer se o Sócrates, o Vara ou o Fernando Lima me telefonaram, não há gato pingado da política portuguesa que não tenha direito a duas horas de fama, mas este humilde blogger nem sequer a isso teve direito. Até já tinha preparado uma colecção de montagens fotográfica e encomendado duas T-shirt um com o dizer “sou o único português que não escutou Sócrates” e a outra a dizer “estou à espera de um telefonema de Sócrates”.

Mas não, vou ficar com as t-shirt por estrear e guardá-las para as usar nas idas à praia, se nessa ocasião Rangel já estiver a chefiar o secretariado de Belém na residência oficial de São Bento até pode ser que me apareça o historiador da Marmeleira interessado em saber mais algumas coisas do Simplex, isso se um tal Carlos Santos, jovem devoto e admirador de Cavaco Silva, não lhe deu cópia de todos os maus mais uns duplicados das minhas cuecas.

A campanha não pára porque a comunicação social sem respeitar a vontade popular expressa há 4 meses nas urnas quer a toda a força demitir o governo

Chegam mesmo alguns jornalistas tecer considerações aos eleitores desrespeitando-os pelas suas opções expressas nas ultimas eleições legislativas. Por mais que se prove a estes profissionais ao serviço dum patronato colocado ao lado do PSD e CDS, que qualquer uma destas duas forças políticas coligadas em executivos anteriormente formados fizeram várias tentativas para silenciar algumas incómodas vozes, tendo concretizado alguns intentos, nunca o seu opositor PS se serviu delas para as utilizar como propaganda de descrédito político. Os responsáveis do PSD embora estejam por detrás desta insistente campanha, não estão nada certos de que,  se provocarem a realização de eleições antecipadas através da apresentação duma “moção de censura” no parlamento, venham a ter êxito, isto é saiam vencedores das eleições. Têm mesmo muitas dúvidas quanto à sua vitória eleitoral, razão porque não passam da ameaça de apresentação da moção de censura, limitando-se a isso mesmo. Não sei em nome de quem alguns jornalistas afirmam, baseando a sua convicção nesta propaganda contínua e continuada de que os portugueses estão desencantados com o 1º. Ministro e querem vê-lo fora do governo, sem que este mesmo governo caía, ou seja o PS substitua José Sócrates e de preferência ponha lá outro, chegando mesmo ao ponto de sugerirem o nome de António Costa. Como se já chegasse-mos ao ponto de neste País a comunicação social, destituir um 1º. ministro e escolher outro em sua substituição, ou seja entrasse-mos numa espécie de ditadura dos “media”. Por isso a minha insistência de que José Sócrates deveria e já é tarde fazê-lo, apresentar uma moção de confiança no parlamento já que o PSD não tem a coragem de o fazer. Depois se veria quem ganharia as eleições legislativas antecipadas, para duma vez por todas fazer calar a comunicação social nesta propaganda absolutamente nojenta e intolerável.

Mais algumas imagens do Lexus CT 200 h que vai ser apresentado na próxima semana no Salão de Genebra

Com este requinte todo a aposta da Lexus em destronar a concorrência alemã é efectivamente muito forte. Resta saber se o valor do carro também vai ser competitivo. Tal como as imagens indicam foram surripiadas daqui http://www.km77.com/

Que venha já essa moção de censura que a malta depois decide quem vai governar

Aguiar-Branco admite ponderar moção de censura ao Governo

Mais ponderações, para quê. Com tanta certeza que têm da actuação do 1º. Ministro venha lá essa moção de censura quanto antes, que a malta depois decide quem é que vai governar. Sim,  porque não são vocês certamente.

Pelo que se pode concluir da análise deste senhor afinal o problema dos órgãos da comunicação social tem mais a ver é com a distribuição de verbas do Estado

A voz da Razão

A trela invisível

Pela leitura do que escreve este senhor só se pode tirar uma conclusão. Este ruído todo causado pela imprensa escrita e reproduzido pelas televisões tem fundamentalmente a ver com a distribuição de verbas aos jornais e não tanto com a violação ou tentativa de condicionar a liberdade de imprensa. Querem todos mamar na teta do Estado por igual, mesmo que apostem em fazer propaganda política a favor dos partidos da sua preferência.

Era urgente e sobretudo muito conveniente que este senhor demonstrasse o que afirma

Director do ‘Sol’ fala no Parlamento

“Há conivência do poder judicial com o poder político”

Sim porque já é hora de se continuar a deixar de ouvir acusações sem que as mesmas sejam provados ou comprovadas, sob pena passarmos a suspeitar de tudo e de todos aqueles que nos possam interessar comprometer.


Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 694,166 hits

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

Follow me on Twitter