Arquivo de Junho, 2010

Fechou um dos pasquins que optando pela notícia sensacionalista deixou de interessar aos leitores

O jornal 24 horas fechou as portas porque deixou de ter lucros que lhe garantissem a sobrevivência. Antes foi,  pela forma escolhida para publicar notícias sensacionalistas, um dos jornais com grande procura por parte dos leitores  que fizeram deste jornal a razão da sua preferência. À medida que aqueles que,  comprando com alguma frequência este jornal concluíram,  embora tardiamente que estava a ser enganados face aquilo que iam lendo nas páginas de jornal da sua preferência. E obviamente quem, nesta profissão opta por este tipo de actuação,  ou melhor dizendo,  por este critério de escolha de informação mesmo deturpando a verdadeira realidade dos factos, aqueles que optaram sempre pela compra deste jornal, acabaram por perceber que afinal andavam a ser enganados e por isso deixaram de o comprar. Os profissionais que perderam os seus empregos só têm de se queixar de si próprios, porque cavaram, face ás suas escolhas, a sua própria sepultura.

Esta, está boa, por isso partilho

Frase da semana…

Sabem que nome  se dá à zona da barriga das mulheres que fica à mostra quando elas andam na  rua com aquelas T-shirts encolhidas?

Sabem?

Sabem?

Não?

Faixa de Gaja…
… porque mais abaixo fica a Terra Prometida e mais acima ficam os Montes Golã!

barriguinha.jpg

Foi-me pedida a divulgação e porque efectivamente a denuncia a justifica, aqui vai a transcrição do email recebido

ESTE PAÍS PRECISA DE UM GOLPE DE ESTADO.

ESTES TRAFULHAS TERÃO QUE SER COLOCADOS NO FORTE DE PENICHE.
É urgente um novo 25 de Abril… há  que  mobilizar  as  pessoas… leiam  e  divulguem  estas  poucas  vergonhas…

VEJAM ESTAS 4 VERGONHAS SOBRE FIGURAS PÚBLICAS NACIONAIS!!! É O PAÍS QUE TEMOS!


Marques Mendes – Novo Pensionista!
Aos 50 anos de idade e com 20 anos de descontos como Deputado, Marques Mendes acaba de requerer a Pensão a que tem direito, no valor mensal vitalício de 2.905 euros mensais. Contudo, um trabalhador normal tem de trabalhar até aos 65 anos e ter uma carreira contributiva completa durante 40 anos para obter uma reforma de 80% da remuneração média da sua carreira contributiva.
Um povo imbecilizado e resignado, humilde e macambúzio, fatalista e sonâmbulo, burro de carga, besta de nora, aguentando pauladas, sacos de vergonhas, feixes de misérias, sem uma rebelião, um
mostrar de dentes, a energia dum coice, pois que nem já com as orelhas é capaz de sacudir as moscas…’
===============================================================

================================================

“Rapazinho” até é prendado… só posso concluir que… já não há profissionais de Medicina, como antigamente (jb)
Inapto por Junta Médica

Pobrezinho, não sei como ele vai sobreviver até ao final do mês!
O PAÍS INTEIRO
PRECISA DE
SABER…

Com 46 anos… Inapto por Junta Médica…

Hein!…

Diz-se ainda que com reforma de 35000€ mensais…

O nosso problema continua a ser a distribuição de riqueza… O problema não está nos funcionários públicos…

O tempo o dirá…


Afinal foram só 9732 milhões

As notícias que dão conta da desumanidade das juntas médicas são manifestamente exageradas.

Afinal há quem não se queixe das mesmas.
Ontem mesmo, em carta enviada ao Público, Paulo Teixeira Pinto indica que passou ‘à situação de reforma em função de relatório de junta médica’.
Certamente ainda mal refeito da forma como foi corrido do BCP e da Opus Dei, este banqueiro de 46 anos foi considerado inapto para o trabalho, apesar de já ter arranjado um cargo numa consultora financeira.
Teixeira Pinto nega ter recebido 1o milhões de euros de ‘indemnização pela rescisão do contrato’ com o BCP, garantindo que apenas recebeu a ‘remuneração total referente ao exercício de 2007’: 9.732 milhões de euros em ‘compensações’ e ‘remunerações variáveis’. Estas juntas médicas são as mesmas que recusam reformas a Professores com Cancro.
… mas o Governo não sabe disto?
Façam andar até isto chegar a alguém decente…

===============================================================

VERGONHA – se fosse eu a dever já tinha ido “engavetado”…

Isto é só a ponta do iceberg…
Quem cala consente!

Grandes figurões…e grupo de “Otários” silenciosos – IMPORTANTE DIVULGAR NÃO HÁ PALAVRAS… Vamos “acompanhar” a GRÉCIA?

Numa pequena notícia do Expresso,foi noticiado que prescreveu uma dívida de 700.000,00 Euros, de IRS de António Carrapatoso, figura de proa da Telecel/Vodafone.
Porque razão prescreveu esta dívida? Porque razão não se procedeu à cobrança coerciva, dado que o contribuinte em causa não tem, nem nunca teve, paradeiro desconhecido?
Aliás, António Carrapatoso nunca deixou de aparecer, com alguma frequência, nos écrans da televisão para entrevistas e comentários, onde sempre defendeu as virtudes do “sistema” em que vivemos e que nos
é imposto (pudera!).
Esta dívida não pode prescrever porque se trata de dinheiro devido ao Estado, ou seja a TODOS NÓS.

LEMBRAM-SE O QUE O POVO PORTUGUÊS FAZ QUANDO A SELECÇÃO JOGA?

SE NOS MOBILIZAMOS POR DETERMINADAS CAUSAS, PORQUE NÃO POR NÓS PRÓPRIOS? BANDEIRAS  NAS JANELAS, COMO FIZEMOS COM A SELECÇÃO PORTUGUESA, MAS EM VEZ DA BANDEIRA PORTUGUESA, BANDEIRAS NEGRAS E ESCREVER NELAS AS PALAVRAS DE ZECA AFONSO “ELES COMEM TUDO E NÃO DEIXAM NADA”.

Pelo  menos divulga este documento, ou faremos parte de um grupo de “Otários” silenciosos.
Depois de apresentar este texto só posso dizer que tenho vergonha de ser português em Portugal.
Gostava de viver numa verdadeira Democracia!
Todos com o mesmo sistema de saúde;
Todos a pagarem impostos;
Todos a terem reformas merecidas e justas;
Todos com o mesmo sistema de Justiça
e não um para os ricos (intocáveis) e outro para os pobres.

Peço a quem ler esta mensagem que a divulgue!

Mas não fiquem por aqui, estes a quem nos referimos ainda gozam c/ estas divulgações, temos
que tomar medidas rapidamente ou temos todos sangue de barata? É a nossa sobrevivência que está em jogo!

Deixem-se de “futebóis”, isso não nos dá o pão!

Não são necessárias mais sondagens nem tão pouco gastar-se dinheiro com campanhas eleitorais porque o óbvio vai acontecer

O eleitorado português já nos habituou durante estes 36 anos de democracia a esta dança de cadeiras, ou nelas se senta o PSD ou o PS, este partido dito socialista mas que de socialismo só tem o nome. Os seus líderes estudaram todos pela mesma cartilha e as políticas governativas são exactamente iguais, apenas com uma ligeira diferença. O PSD partilha sempre das mesmas medidas que o PS, mas quase nunca as implementa quando se encontra no poder. E não o faz apenas e só por uma razão, teme as consequências eleitorais. Já o PS e por força da nossa situação económica não tem qualquer alternativa a não ser tomar medidas impopulares que o irão remeter em termos eleitorais para o pior posicionamento que alguma vez teve. Curiosamente são os mesmos eleitores que votam PS e quando desencantados com este votam PSD. É natural que Passos Coelho não consiga nas próximas eleições obter maioria absoluta para o seu partido mas obviamente vai fazer coligação com o parceiro habitual o CDS. Após a vitória, este mesmo PSD que está a pactuar com as medidas do PS para reduzir o défice, ajudando assim a enterra-lo mais fundo, vai afirmar que as medidas aprovadas não seriam aqueles que, se o PSD fosse governo aprovaria, avançando que vendendo o que resta da sempresas públicas aos privados, quer as que dão enormes prejuízos ao Estado quer as que dão lucro como sendo a CGD, as finanças publicas arrecadariam elevadas verbas resultantes da alienação dessas empresas públicas, o que todos nós temos consciência que o Estado fora dos negócios e o produto resultantes da venda desses não seria suficiente para amortizar a dívida que é elevada, para além se tivermos em conta o passado recente dos negócios efectuados pelos governos de coligação PSD/CDS, concluirmos serem os mesmos desastrosos. Sendo,  como todos temos essa noção o PSD muito semelhante ao PS em termos de linha de governação, as preocupações sociais dum e doutro são bem diferentes. E será nesse aspecto que o eleitorado que nas próximas eleições vai penalizar fortemente o PS se irá arrepender num curto espaço de tempo dessa sua opção, porquanto até tiveram oportunidade aqueles que hoje vêm minimizado os efeitos da perda do seu posto de trabalho, pelo recebimento de apoios sociais instituídos pelo actual governo, até isso irão perder e por essa razão arrepender-se-ão de terem votado no PSD. E como a seguir vamos ter um governo de maioria com apoio parlamentar, o arrependimento vai ser doloroso para todos aqueles que nas eleições anteriores votaram PS e por razões de vingança vão votar no PSD.

Juiza da instrução do processo Casa Pia vai ser promovida

Está é, entre muitas outras,  uma notícia da imprensa escrita de hoje. Se tivermos em linha de conta a demora de quase 6 anos que este processo tem,  sem qualquer resultado final isto é, a condenação ou absolvição dos respectivos arguidos, esta notícia é no mínimo surpreendente porque se poderá inferir que estamos perante o reconhecimento duma elevada competência da magistrada judicial e tal ser entendido como um prémio atribuído à juíza face aos resultados obtidos o que não me parecem existir motivos, mas enfim é o País que temos,  premeia-se até quem no desempenho das suas funções não se destaca dos demais colegas que exercem as mesmas funções e com resultados idênticos.

A falsa questão levantada pela introdução do chip como um atentado à liberdade

A oposição parlamentar chumbou hoje a introdução do chip na matricula dos automóveis que seria uma forma de identificar o veículo para efeitos de utilização das auto-estradas e não só no caso daquelas pessoas e são muitas a quem é furtado o seu automóvel e não possuem seguro contra todos os riscos poderem, a partir do seu furto saberem onde o mesmo se encontra, para além obviamente de se saber que o veículo é utilizado para praticas criminais, como muitas vezes acontece com aqueles que no mundo do crime utilizam automóveis furtados para realizarem assaltos dos mais variados tipos. Pois bem os senhores deputados estão mais preocupados em ocultar, no caso daqueles que são casados ou têm compromissos familiares, poderem vir a ser denunciados face à existência do chip por praticas menos decentes. E desenganem-se aqueles que,  como eles, os deputados da oposição, pensaram nos eleitores que os elegem, nada disso, eles pensaram isso sim apenas e só nele próprios, porque não querem ser identificados quando tiveram procedimentos menos próprios, por quem de direito, nos locais em que se encontram quando tal se regista.

Por achar muito interessante esta abordagem que se enquadra perfeitamente no nosso panorama judicial

Transcrevo a pedido do autor o professor universitário brasileiro Wilmar Marçal, com o título:

Julgamento moral e cívico

Por Wilmar Marçal

A frieza das letras manifestadas por alguns defensores na instância jurídica, data vênia, muitas vezes frustra a população que aguarda um judiciário firme e comprometido com o bem público. Mas é preciso obedecer e acatar, pois, segundo se sabe, é uma análise realizada com a arte e a ciência da razão e não da emoção. Esse viés argumentativo tem tirado muito ladrão da cadeia, absolvido muitos traficantes e amparado pedófilos que são liberados e continuam machucando crianças e famílias. Essas possibilidades de contar com defensores deve e precisa continuar, pois a todos é permitido a ampla defesa e o contraditório. Lamentavelmente não se pode julgar com a emoção, razão pela qual, talvez, ainda existam muitos problemas sociais no país, pois os atos malditos coadunam com a perpetuação da impunidade. Em outros países, quem comete um erro, morre duas vezes: primeiro de humilhação, depois retirando a própria vida pela falta de dignidade em continuar convivendo com pessoas de bem. Mas no nosso querido Brasil… muitos fazem e acreditam que “não vai dar em nada”. Todavia, como diz a própria Constituição Brasileira, “todo poder emana do povo e em seu nome deve ser exercido”, está na hora de uma reação popular para o exercício prático do bem: sem armas, sem violência e sem lágrimas. Com a mesma frieza que o judiciário é peculiar em suas análises, a população, bem organizada, tem muito mais poder do que qualquer Juiz, data vênia.  Basta querer e se organizar. Sem vaidades, sem trampolins, mas com ordenamento e inteligência. Especificamente sobre os parlamentares “escolhidos” pelo povo, é possível sim avançar e execrar esses bandidos que sempre são reeleitos e se dizem representantes do povo nas respectivas Assembléias. O povo pode legislar com muito mais sapiência, no momento em que mantiver viva a memória de todos, nutrindo a lembrança com a boa informação em jornais e mídia comprometidos, verdadeiramente, com a causa coletiva. Chega dessa conversa fiada de “segredo de justiça” e “blindagem privativa”. Bandido é bandido. É preciso destacar, em grande escala, os nomes daqueles que usurpam o dinheiro público, roubam a esperança de muitos e perpetuam a falsa bondade de atender os munícipes, prometendo mirabolantes projetos e recursos. Quem viaja pelo interior do Paraná pode constatar que as cidades estão empobrecidas, com poucos investimentos em infra-estrutura, muita gente desocupada e doente. Cabe-nos como cidadãos e cidadãs uma reação natural e pacífica. Analise, pense, estude a vida dos candidatos a qualquer cargo público e vote. Vote de acordo com sua inteligência e coerência. Não se pode mais admitir que a população ainda se renda aos hipócritas, mentirosos e mentirosas. Só assim será possível um julgamento moral e cívico que, certamente, não encontrará habeas corpus em qualquer jurisprudência para liberar os pérfidos e os enganadores. Façamos cada um de nós a nossa parte. Vamos ensinar a pescar e parar de assistir algumas pessoas recebendo o peixe de graça.

* Wilmar Marçal é professor universitário e ex-reitor da UEL./Pr.


Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 696,381 hits

Comentários Recentes

LouannEmoro em A doença do foro oncológico é…

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

Follow me on Twitter