Arquivo de Agosto, 2010

O abominável homem Neves continua através das suas crónicas a sujeitar-se a comentários incómodos

Não é segredo para ninguém que o abominável homem “Neves” que habitualmente debita umas crónicas no DN é um admirador de longa data do PSD. Por isso e face à colaboração que ofereceu ao DN como cronista, serve-se deste meio para atacar o partido do governo em várias frentes. O seu facciosismo é tão visível que os vários leitores online que lêm as suas crónicas, denunciam os seus reais propósitos e vão alguns aconselhando-o a que deixe de escrever, tal a sua cegueira partidária que chega a ser incomodativa. Curiosamente neste mesmo jornal outro cronista também ele admirador do Partido Social Democrático, julgo se não estou em erro professor e mestre do direito, Paulo Pinto de Albuquerquer, utiliza este mesmo meio para fazer a sua propaganda a favor da força política que admira. Obviamente quer um quer outro, cuja crónica seja lida até por quem ainda não tenha pedrcebido as suas tendências políticas de imediato entende perante o tipo de opinador que esta a ler.

É hora dos clubes que são o sustentáculo da actual direcção da FPF tomarem uma medida

Convocarem uma assembleia geral extraordinária para debaterem a má figura que está a ser feita a nível internacional pelos orgãos que fazem parte da Federação Portuguesa de Futebol. Já que a falta de dignidade revelada por este orgão superior do desporto rei está bem patente face ao procedimento assumido com o seleccionador. Esta vergonha nacional, protagonizada por quem já nem sequer deveria estar à frente dos destinos da FPF, pode e deve ser travada quanto antes, sob pena dos clubes que são o garante do seu funcionamento, serem igualmente coniventes na sua manutenção. Já basta de tanto conspurcarem este desporto de massas.

O Relvas está como uma pressa em ser ministro do governo do PSD mas não é de agora

Já estou a imaginar o brilharete que ele vai fazer como ministro da educação ou da administração interna, por exemplo, embora existam outras pastas nas quais a sua competência pode vir a ser realçada. Estou ansioso para assistir ao seu desempenho porque de certeza absoluta sendo tão próximo do seu querido líder ver ser mais que natural que assuma uma pasta ministerial pois  não se contentará com o desempenho dum cargo menor como por exemplo a de secretário de estado.

As revistas ditas da especialidade automóvel utilizam o mesmo critério na sua depreciação que era usado no tempo das carroças

Era natural no tempo em que Portugal em termos de transportes para além do comboio a vapor, era servido por carroças atreladas a umas bestas que nelas transportavam pessoas e seus haveres,  que o critério utilizado pelos negociantes das carroças fosse o período da sua existência, dado ser essa a única base que possuíam para determinar o desgaste das mesmas e atribuir-lhes a respectiva desvalorização. Curiosamente as revistas ditas da especialidade em matéria de automóveis aplicam o mesmo critério, mesmo sendo possível, tal como correctamente é utilizado este critério, nos demais países europeus ser a quilometragem que o automóvel regista o factor determinante para a  sua desvalorização, o que faz todo sentido porque o desgaste dum automóvel é efectivamente determinado pelos quilómetros que percorre e não pelos anos da sua existência. Já em tempos critiquei esta fórmula das revistas ditas da especialidade mas não tive em linha de conta que o critério aplicado aliás exclusivamente utilizado no nosso País, deve ter sido adoptado pelas mesmas com base no mesmo critério aplicado aos negociantes de carroças.

Sempre o afirmei que hoje quem adquire um automóvel de marca japonesa com raras excepções está a comprar o carro enxertado com mecânica de construtores europeus

E claro está fica mal servido porque a qualidade a que os fabricantes japoneses nos haviam habituado deixou de existir a partir da altura que algumas marcas por razões de dificuldades financeiras foram absorvidas por marcas europeias.

Mazda establece sus planes como constructor independiente

Este é um dos títulos de hoje do Autoblog, em que a Mazda ciente de que perdeu mercado e constatou que os seus automóveis que antes da marca ser absorvida pela FORD eram de elevada qualidade, vai agora apostar na fabricação dos seus modelos, exclusivamente de mecânica nipónica. O mesmo embora não tenha sido anunciada essa intenção está a acontecer com  a Mitsubishi que lançou o crossover ASX com mecânica exclusivamente nipónica e que está com  uma forte penetração no mercado europeu, sendo natural que o Nissan Qashqai que teve enorme procura no nosso país equipado com mecânica Renault, seja preterido por aqueles que efectivamente apostam num veiculo de qualidade, como segundo a crítica parece ter o Mitsubishi ASX.

Acho curioso o facto desta notícia ir ao encontro da opinião que sempre formulei de que o maior erro dos fabricantes japoneses tinha sido pelo facto de passarem por dificuldades económicas e serem compradas por marcas europeias passarem estas a incorporar nos seus modelos motores, transmissões etc. no fundo a mesma mecânica que usam nos modelos Ford, Renault etc.etc. E o resultado está à vista.

As tristes cenas protagonizadas pela FPF e de toda a tralha que dela faz parte dá nisto

Deco foi o primeiro o segundo Simão a tomar a iniciativa para abandonar a selecção portuguesa e hoje é anunciada a renuncia de Paulo Ferreira. Se é certo que nenhum dos desistentes,  explica as verdadeiras razões do seu desinteresse em continuar a envergar a camisola das quinas, obviamente que ressalta à vista de qualquer ser pensante que na origem da sua decisão está a forma pouco digna encontrada pelos responsáveis da Federação Portuguesa de Futebol, para despedir Carlos Queiróz, sendo este seu gesto um a manifestação de solidariedade para com o seleccionador. Vamos ver se outros não tomarão idêntica iniciativa de molde a que os actuais responsáveis pela FPF revelem ao menos alguma dignidade algo que manifestamente parece não terem e apresentarem a sua demissão.

Não me parece que a fidelização em que muitos consumidores apostam numa determinada marca dum qualquer produto e no seu representante lhe seja mais favorável

Nunca me deixei influenciar por qualquer tipo de publicidade nem nunca adquiri a nada que não fosse da minha escolha exclusiva, isto é sem ter necessidade de ouvir de alguém ser este artigo ou aquele produto confiável. Ao longo dos anos possui vários automóveis e nunca repeti a mesma marca porque uns melhores que outros nunca nenhum deles me satisfez plenamente. Daí achar imensa piada a pessoas que por exemplo ao longo da sua vida sempre possuíram automóveis da marca Renault, Ford, etc, etc.Essas mesma pessoas quando instadas sobre a razão da sua opção a única resposta que surge é a de que foi por sempre terem gostado dessa marca. Embora não tendo a ver com a opção de cada costumo retorquir,  então mas se fossem feitas outras opções por outras marcas se calhar a opinião seria mudada. Talvez por isso e porque existem muitos consumidores que se fidelizam de tal forma as marcas os seus fabricantes não se preocupem em melhorar os padrões de qualidade dos seus produtos. É sabido que os automóveis, em relação ao nosso poder de compra custam imenso dinheiro para a qualidade que oferecem daí o facto de não entender a fidelização de tanta gente ás marcas de automóvel que sempre possuíram, tanto mais que algumas os obrigam a deslocações sucessivas á oficina para resolverem problemas mecânicos com que se deparam. E alguns até e erradamente se fidelizam ás oficinas do representante da marca opção essa que só por si traduz um maior aumento do custo da assistência prestada, se ao invés  tivessem preferido uma oficina multimarcas de confiança.


Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 690,493 hits

Comentários Recentes

Maria em Cada vez mais me capacito que…

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

  • RT @fernando_cabral Blogger da Geórgia explica ataque ao twitter http://bit.ly/Oybo5: Fica assim provado que os russos são uns tipos porreir 7 years ago
  • não a favoreceu. Bem longe disso. 7 years ago
  • Isto por aqui está desinteressante, ninguém aborda ninguém, por falta de tema desafiante, adeus e passem muito bem 7 years ago
  • Será que a ideia de rasgar, vai contemplar o plano tecnológico, para que Portugal possa ficar, mais atrasado no resultado lógico 7 years ago
  • a compra de de tamiflu que nem sequer está aconselhado para combater esta estirpe 7 years ago

Follow me on Twitter