Oiça lá senhor 1º. ministro não é só a receita do IRC que vai ficar abaixo das expectativas

Há muito mais. Eu vou enumerá-las.

1ª. Como é sabido o Imposto Automóvel que se passou a designar por Imposto Sobre Veículos por ter alterado as regras que definem a sua incidência, tendo em vista a melhoria do meio ambiente, isto é passaram a ser penalizados pela emissão do CO2, era uma espécie dos ovos de ouro da galinha que o Estado possuía em termos de receita.  Ora segundo foi recentemente divulgado a quebra nas vendas de automóveis ultrapassou os 40% e estamos a falar de automóveis novos porque são apenas esses que produzem receita de ISV e IVA para o Estado. Donde se pode concluir senhor 1º. ministro que a receita do ISV prevista no orçamento para 2012 vai ficar muito aquém do previsto.  Ouviu senhor ministro Gaspar, este alerta também é para si.  Por outro lado e ainda com base na receita de impostos sobre os automóveis posso acrescentar que a receita sobre os produtos petrolíferos face à significativa quebra na venda de combustíveis vai igualmente ela ficar aquém da receita prevista no Orçamento do Estado, tal como aliás se está a reflectir nos concessionários das auto-estradas, cujas receitas estão a diminuir.  Ou seja só do sector automóvel a receita fiscal vai ficar muito aquém do previsto.

2ª. Nos transportes embora o inteligente ministro da economia tenha pensado e posto em pratica que o seu aumento brutal iria compensar os prejuízos das Empresas Públicas de Transportes, pelo que já se conhece, o resultado vai corresponder a um falhanço das expectativas por ele criadas, ou seja o Estado vai continuar a ter de suportar os prejuízos pela respectiva actividade.

3ª. A introdução de portagens nas ex-SCUTs, também elas vão significar a necessidade de saída dos cofres do Estado de verbas avultadas para compensar os concessionários, face ás receitas que estes não arrecadarão pela sua introdução, dada a quebra significativa de tráfego automóvel. Se tivessem sido menos gulosos provavelmente quem as utilizava continuava a utilizar, mas porque os valores são incomportáveis o resultado vai traduzir-se num fiasco.

4ª. Nas alterações do IVA sobre produtos essenciais, também não pense senhor 1º. ministro que vai encher os cofres do estado, porque embora a receita suba pois o aumento foi brutal, as previsões orçamentais vão também elas ficar aquém do pretendido.

Em conclusão. Preparem as vossas cabeças para as enterrar na areia face o resultado nada animador que irão ter com a receita proveniente dos impostos directos e indirectos.

1 Response to “Oiça lá senhor 1º. ministro não é só a receita do IRC que vai ficar abaixo das expectativas”


  1. 1 maceta Fevereiro 27, 2012 às 5:12 pm

    tenho um pó a estes gajos…

    abraço


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 693,453 hits

4shared

Top Clicks

  • Nenhum
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

Follow me on Twitter


%d bloggers like this: