Porque na minha opinião o país do turismo não se resume ao Algarve como erradamente muita gente pensa fui até ao Alto Douro vinhateiro.

Saí daqui na 3ª. feira por volta das 10H00 era 12H10 estava na Mealhada a encomendar o tradicional leitão à Bairrada. Sem trânsito a causar qualquer tipo de estorvo depressa cheguei ao local onde habitualmente faço esta refeição quando me desloco em passeio ao norte do país. Segui após a refeição que bem me soube em direcção de novo a A/1 e aqui depois segui em direcção a Vila Real tendo saído no desvio para Marco de Canavezes que não conhecia mas confesso também não tive particular interesse em conhecer. No posto de abastecimento de combustível informei-me qual o percurso a seguir com vista a chegar ao Douro Palace Hotel Resort & SPA, onde tinha efectuado reserva para uma estadia de 3 noites. Simpaticamente um dos clientes presentes no posto de abastecimento informou-me e segui então em direcção a Baião que também não conhecia e numa das rotundas segui a placa de indicação do hotel onde cheguei relativamente cedo porque nas estradas mesmo com o fluxo de emigrantes não há registo de trânsito passa um ou outro veículo de quando em vez e mesmo em estradas nacionais não portajadas. Chegado ao Hotel e após conhecer o respectivo quarto tal como me havia sido assegurado todos eles com vista para o Rio Douro, de imediato comecei a registar algumas imagens do sítio, que partilho. Esta unidade hoteleira foi, a partir dum palacete que existia, foi devidamente ampliada num projecto arquitectónico de muito bom gosto, tendo sido este apoiado por fundos comunitários e segundo a placa no mesmo descerrada foi o Ministro Manuel Pinho que o inaugurou. Achei interessante o aparte das recepcionistas ao referirem que hoje nada disto seria possível. O serão dessa noite foi preenchido com a actuação do teclista Ludgero Rosas, que possui um excelente instrumento vocal e cantou interpretações de Rui Veloso do Jorge Palma, do Stevie Wonder, do Ray Charles, na esplanada contígua ao bar interior. Os restantes dias foi conhecer vários locais e rever outros nomeadamente a Régua que está uma cidade muito bonita e face aos barcos que sobem o Douro Vinhateiro com muitos turistas estrangeiros, dão uma grande animação a esta cidade. Fiquei a saber que este ano há muito menos produção de vinho por falta de chuva, mas a sua qualidade será francamente melhor. Constatando claramente que, contrariamente ao que muita gente pensa que o Algarve é o local de maior concentração de turistas estrangeiros, o Norte do País e através da subida e descida por via fluvial do Douro vinhateiro, regista-se uma forte presença de estrangeiros nesta zona. Aqui deixo algumas imagens colhidas por aquela zona.

1 Response to “Porque na minha opinião o país do turismo não se resume ao Algarve como erradamente muita gente pensa fui até ao Alto Douro vinhateiro.”



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 695,949 hits

Comentários Recentes

LouannEmoro em A doença do foro oncológico é…

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

Follow me on Twitter


%d bloggers like this: