Acabei de ouvir agora algo que até me causou um forte arrepio na espinha

Afirmou o pivot do telejornal que a ANA que como todos sabemos é a entidade que gere os aeroportos do País e que por acaso até é das empresas públicas que apresenta lucros, vai ser vendida por negociação particular. Ou seja será o governo sem a presença de qualquer tipo de observadores que vai escolher a quem irá vender a ANA. Ora sendo esta empresa pública lucrativa como anteriormente referi facilmente se consegue apurar o seu real valor que confesso ainda não ouvi em nenhum órgão da comunicação social fazer qualquer referência. E claro está que isto ocorreu-me logo comparar com as adjudicações de obras públicas que são efectuadas por ajuste directo. Ou seja uma autarquia ou um qualquer organismo do Estado pretende lançar a concurso uma obra com determinada dimensão para a qual a Lei impõe a realização dum concurso que, quando público, tem a participação quer os concorrentes quer doutras pessoas que pretendam assistir. Ou seja as chamadas regras dos jogo na apreciação das propostas não podem ser viciadas. Mas quer as autarquias, quer organismos do Estado conseguem contornar a Lei e através de expedientes conseguem ao invés de concurso adjudicarem a empreitada da obra por ajuste directo. Para quem não sabe eu explico. Convida-se o empreiteiro com o qual habitualmente se concertam os arranjinhos (vulgo as luvas) para apresentar uma proposta para a realização de determinada empreitada. O empreiteiro convidado apresenta uma proposta em cujo valor estão incluídas as luvas a distribuir aos diversos beneficiários. Isto funciona sempre com dinheiro vivo, nada de pagamentos em cheques nem transferências bancárias porque é preciso acautelar a negociata. E a obra é realizada a um custo astronómico porque além da margem de lucro do empreiteiro a quem foi feito o ajuste directo há todo um universo de pessoas a comerem por conta. Ora esta negociata da privatização da ANA por negociação particular vai exactamente funcionar da mesma forma. Vou vendê-la a quem muito bem entenderem por um preço inferior ao real valor da empresa que gere os aeroportos e depois obviamente o beneficiário com o negócio compensará quem lho proporcionou. Estão a ver. Tudo isto na maior transparência a que já nos habituou este governo.

0 Responses to “Acabei de ouvir agora algo que até me causou um forte arrepio na espinha”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 696,358 hits

Comentários Recentes

LouannEmoro em A doença do foro oncológico é…

4shared

Top Clicks

  • Nenhum
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

Follow me on Twitter


%d bloggers like this: