Acabei de ouvir embora já me tivesse constado uma enormidade do 1º. ministro que revela que efectivamente ele é duma ignorância, inimaginável

Acabei de o ouvir afirmar, que vai aconselhar Belmiro de Azevedo a utilizar o benefício produzido pela Taxa Social Única, baixando o preços dos produtos. Não tenho particular simpatia por Belmiro de Azevedo nem por nenhum outro qualquer rico que tenha a sua riqueza especialmente concentrada na distribuição em que os produtores são as principais vítimas dos preços que eles pagam e a margem de lucro que têm. Mas a partir do momento que se começou a acentuar a recessão em Portugal as cadeias de distribuição têm baixado as suas margens de lucro para incentivar o consumo e mesmo assim não têm obtido qualquer êxito nesta sua acção. Significa que nem Passos Coelho nem nenhum membro do governo afecto à questão económica do país está dentro da realidade, revelando até uma lamentável ignorância. Eu andei há três semanas atrás a deambular pelo Alto Douro vinhateiro e tive oportunidade de constatar, algo que estes ignorantes governantes não o fazem do custo dos produtos na origem. E posso dar o seguinte exemplo. Numa Adega Cooperativa em que adquiri vinho e me inteirei do custo do azeite. É certo que se tratava duma cooperativa que tem arrebatado prémios internacionais, quer nos vinhos que produz quer no azeite. Mas dizia, na referida cooperativa ou seja no sítio em que é produzido um dos melhores azeites de Portugal, foi-me pedido por meio litro a módica quantia de 4 euros. Já tenho visto em várias cadeias de distribuição que não as do Belmiro de Azevedo, garrafas de meio litro de azeite de Trás-os-Montes, o dito virgem com a graduação de 0,2º, pedirem 4 euros por meio litro. Obviamente que essa cadeia de distribuição não adquire o azeite que vende nas suas lojas pelo preço que me foi pedido na origem. Mas sinceramente estes governantes revelam uma total ignorância quanto à realidade do País. Nem sequer sabem os custos dos produtos na origem. Ora e por não o saberem estes asnos, vêm sugerir aos negociantes dos produtos que como os seus empregados passam a pagar 7% do encargos com a segurança social, pode tal permitir-lhes descerem os preços dos produtos. Note-se que estou obviamente a referir-me aos produtos de primeira necessidade ou seja aos alimentares pois que ninguém vive sem comer. 

0 Responses to “Acabei de ouvir embora já me tivesse constado uma enormidade do 1º. ministro que revela que efectivamente ele é duma ignorância, inimaginável”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 696,420 hits

Comentários Recentes

LouannEmoro em A doença do foro oncológico é…

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

Follow me on Twitter


%d bloggers like this: