Arquivo de Março, 2013

A Mark Levinson apenas e só equipa em exclusivo o sistema multimédia da Lexus com excepção do modelo CT

Muitos dos possuidores de marcas alemãs, nomeadamente Audi, BMW, Mercedes Benz, estão convencidos que os sistemas multimédia que possuem nos seus automóveis são de elevada qualidade, mas estão redondamente enganados.  Existem efectivamente no mercado de automóveis dessa gama apenas alguns que possuem sistemas multimédia exclusivas dessas marcas. É o caso da Lexus que com excepção do seu modelo CT, toda a sua gama é equipada exclusivamente pela Mark Levinson que é considerado a 2ª. melhor do Mundo. Isto porque o primeiro lugar é ocupado pela Bang & Olufsen que não equipa exclusivamente determinadas marcas mas que proporciona a quem compre um BMW série 7 esse equipamento ou quem adquira um Mercedes Benz topo de gama transformado pela AMG. Ou seja quem quer que possua um automóvel topo de gama e queira nele instalar um sistema multimédia fabricado pela Mark Levinson, não o consegue fazer porque esta marca apenas e só equipa em exclusivo os modelos da Lexus. Ou seja anda por aí muita gente enganada quanto aos sistemas  de multimédia que equipam os seus automóveis.

Só existe uma razão efectiva para ser entendida esta nomeação do super espião Jorge Silva Carvalho

Como é sabido este senhor no exercício dum função que envolve segredos do Estado, utilizou esse conhecimento para favorecer a empresa Ongoing que o recrutou para os seus quadros superiores. E não hesitou, deixou o exercício do cargo que exercia e foi para a Ongoing, mas esta sua mudança originou.  face ás razões que a proporcionaram,  a instauração dum processo judicial que ainda corre os seus trâmites e que acabaram por o obrigar a pedir a sua demissão da empresa que o admitiu pelo óbvio pagamento de favores. Estava pois,  este super espião,  desempregado já há algum tempo. E como se pode calcular a informação de que ele dispõe sobre variadas personalidades da nossa vida pública, permite-lhe, relativamente a muitas delas, poder denunciar situações que os possam comprometer, algo que será para os mesmos importante salvaguardar. Daí compreender que embora este governo se esteja a enterrar cada vez mais não tenha tido pejo em nomeá-lo de novo e trazê-lo para a função semelhante aquela que antes desempenhava e com a agravante desta mesma nomeação retroagir à data em que o mesmo se retirou das secretas e ingressou nos quadros superiores da Ongoing. As explicações por parte da oposição estão a ser exigidas, mas estou absolutamente convicto de que nem elas vão ser dadas e tão pouco sequer esta nomeação que foi tomada por decreto-lei do governo irá ser contrariada.

Estes governantes não têm a mínima vergonha na cara

Hoje quando me deslocava de automóvel para o emprego, sou confrontado com a notícia na rádio que o governo havia aprovado um decreto-lei no qual tinha sido readmitido Jorge Silva Carvalho o super espião que se serviu do lugar que antes ocupava nos Serviços de Informação em proveito próprio, para depois se acomodar na Ongoing a empresa que havia beneficiado com as informações que forneceu. O processo judicial ainda corre os seus trâmites que como é habitual neste país é mais uma que até ser revolvido vai permitir a este senhor ocupar um lugar no Estado como técnico superior a auferir um razoável ordenado. É uma pouco vergonha o que estes governantes estão a fazer ás claras sem qualquer receio pela reacções que naturalmente este tipo de resoluções causam junto do opinião pública. Curiosamente o regresso de Sócrates ao chamado pequeno écran continua a causar contestação por parte desta gente desavergonhada que não tem o mínimo de moral para criticar ou contestar seja o que for que possa acontecer neste País.

O Relvas ao que consta adiou o seu casamento

Confesso que não sou muito dado ao diz que disse, mas segundo me constou o casamento do Miguel Relvas foi adiado.  Se tivermos em conta a contestação que tem sido feita por diversos sectores da sociedade à sua manutenção no governo e nestes últimos dias à vontade do parceiro da coligação governamental na sugestão da sua substituição, sou capaz de admitir que esse facto possa de alguma forma ter influenciado esta decisão dele se consorciar neste mês porque tendo em vista a sua aparente importância seria considerado o casamento do ano pelo menos ao nível da comunicação social porque fariam parte da sua lista de convidados todos os membros do governo o que iria motivar a existência de batedores da polícia de trânsito a abrir caminho na sua deslocação ao local onde a cerimónia se realizaria. Seria qualquer coisa parecido com o casamento do príncipe do Mónaco com exibição dos automóveis topo de gama ao serviço dos membros do governo e pagos com os sacrifícios dos contribuintes portugueses que ainda vão conseguindo sustentar esta corja de parasitas. Eu muito pessoalmente não acredito que o Relvas seja substituído numa próxima remodelação ministerial. Acredito sim que o Álvaro dos Santos Pereira vai ter que regressar ao Canadá para continuar a ensinar as suas teorias e agora com esta experiência de governante e perante uma pergunta dum seu aluno sobre a sua experiência governativa, poder afirmar que não chegou a por em prática as suas ideias porque nunca o deixaram. E até muito provavelmente irá insinuar que foi ele que saiu porque não o deixaram trabalhar. E em princípio será ele e apenas ele o ministro remodelado, Não acredito que Passos Coelho dispense o Relvas porquanto foi este seu braço direito que lhe proporcionou a subida ao trono.

Ora nem mais, Filomena Mónica neste seu artigo de opinião publicado no DN reage inteligentemente à contestação dos anti-Sócrates como comentador televisivo

A SEMANA POR…

por FILOMENA MARTINS Hoje

A polémica em redor do regresso de José Sócrates à vida política portuguesa – perdão, ao comentário televisivo – é ridícula. E as críticas à decisão da RTP são um absoluto absurdo. Mas o facto de, em pouco mais de 24 horas, as petições contra a contratação do ex-primeiro-ministro já terem mais de cem mil assinaturas são politicamente significativas: revelam que a sociedade diaboliza a figura e lhe atribui muita da responsabilidade pela situação a que o País chegou, coagindo e limitando assim a ambição que o ex-líder do PS podia ter quanto ao seu futuro, nomeadamente a possibilidade de poder vir a entrar na corrida a Belém.

A parte mais ridícula da polémica é a protagonizada pelo CDS-PP. Depois de discutir no Parlamento o regresso do TV Rural ao canal 2, agora os centristas exigem ouvir o diretor de Informação da estação pública sobre o novo comentador da estação. Nesta lógica, o partido é contra a privatização da RTP apenas para, anualmente, poder discutir a grelha da estação na Assembleia. Assim, no regresso das férias de verão, os deputados podem colocar em cima da mesa se é melhor ter o Malato ou o Goucha nas manhãs ou se a Catarina Furtado ou o Herman José nas tardes de domingo. Ridículo, repito.

Já absurdo é ver os críticos que vieram defender que Miguel Relvas tinha sido impedido de se expressar por causa de uns protestos estudantis tolos e os que atacavam o mesmo José Sócrates pelas suas tendências – confirmadas – de tentativa de controlo dos media estarem agora do lado de lá da barricada. Ou ler que a RTP não podia ter contratado o comentário de Sócrates pelo que ele pode implicar nas decisões governamentais e na vida interna do PS, mas nada ter visto de semelhante nos anos de críticas, gerais, de Marcelo (muitas delas também na estação pública), ou agora de Marques Mendes, Manuela Ferreira Leite ou Santana Lopes.

É de interesse público ouvir o que o ex-primeiro-ministro tem a dizer? Claro. Tem interesse político saber o que pensa quem esteve à frente do Governo que negociou com a troika? Muito. Vamos todos ver? Obviamente. Onde é que está, então, a questão editorial da decisão? Só se for na inveja.

Quanto ao facto em si: ganha a RTP e perde muito mais o PS do que o Governo. Impedida que foi a tentativa de tomada de poder socialista por parte de António Costa, Seguro terá agora o seu grande inimigo semanalmente às canelas. Já para a maioria, Sócrates deixa de ser o fantasma de Paris, cuja responsabilização à distância era sempre malvista, e passa a ser a figura mediática semanal, a quem acusar da desgraça em que deixou o País, colando sempre os socialistas às suas decisões, uma colagem de que há muito Seguro também se anda a tentar afastar. Eis pois uma grande jogada: jornalística e política.

 

 Reprodução parcial do artigo da autora Filomena Mónica.

Já tinha publicado um estudo norte americano revelando que o Mini esse automóvel produzido pela BMW que é uma merda

Os meus leitores que me perdoem a linguagem mas eu faço parte daquele número de portugueses que usa linguagem vernácula para definir uma realidade.  O meu filho é possuidor dum Mini Couper S Cabriolet que adquiriu novo em folha como se costuma dizer porque se entusiasmou não sei muito bem porquê com este tipo de automóvel que sendo fabricado pela BMW custa uma elevada quantia. O automóvel ainda não tem dois anos mas a BMW contrariamente ao procedimento que tem por exemplo a Toyota com os seus modelos em que são detectadas deficiências de fabrico, os proprietários dos automóveis são convidados a efectuar uma visita à oficina (chamando-se essa operação recall), para serem substituídos os respectivos componentes ou peças cuja deficiência de fabrico foi reconhecida. Há três dias a esta parte o meu filho perante a dificuldade de por o automóvel em funcionamento o que aconteceu depois de várias tentativas verificou depois deste começar a funcionar, falhanços de motor e perda de potência. O automóvel entrou hoje na oficina para ser sujeito a revisão, mudança, de filtros, óleo e velas e qual não é o espanto do mecânico que não conseguia após várias tentativas por o automóvel em funcionamento. Porque a internet não serve só para os engraçadinhos que dela se servem para fazer ou dizer disparates, uma pesquisa efectuada sobre o estas falhas de funcionamento, consegui-se através dum Fórum sobre aq BMW-Mini, constatar a seguinte realidade. O modelo em causa fabricado deste 2010 trás um defeito de fabrico que consiste na sonda térmica do líquido de refrigeração da carcaça do termostato que liberta uma migração de prata, dando origem a uma ponte de corrente, a qual por essa razão transmite ao líquido de refrigeração a temperatura de forma incorrecta à DME. Em consequência disso o debito de injecção do combustível é reduzido,  acrescentam os técnicos da BMW em climas frios (ou no caso de uma diferença de temperatura superior a 30º. C) podendo por isso ocorrer falhas no arranque, funcionamento irregular do motor ou redução de potência. Ou seja nem mais nem menos isto acrescento eu do que aquilo que foi no estudo que reproduzi realizado nos EUA o elevado índice de avarias do MINI. Ora como o automóvel não foi pela BMW mandado recolher como seria natural e normalmente acontece com a Toyota sempre que são detectados defeitos de fabrico e convida os possuidores dos seus modelos de automóvel a entregá-los nas oficinas da marca para resolução dos problemas sem custos. Este porque está fora do prazo de garantia vai ter que ser suportado por quem não teve a mínima responsabilidade no registo da avaria porque segundo a marca reconhece é necessário substituir o tubo do líquido de refrigeração entre o radiador e o termostato por uma sonda térmica do líquido de refrigeração integrada. Pois é. E eu continuo a avisar mas os incautos continuam a preferir arriscar em automóveis cujos representantes têm um comportamento pouco sério.

As afirmações hoje do patrão da Sonae não me causaram qualquer surpresa face a outras também menos felizes anteriormente feitas

E foi exactamente por esta postura deste multi-milionário deste país que eu e minha família deixamos de, há vários anos a esta parte de entrar num qualquer estabelecimento do grupo Sonae e posso até afirmar que me considerei durante vários anos um,  entre muitos outros milhares, muito bom cliente, dado que as compras que habitualmente fazia, quer do ramo alimentar, quer não alimentar e electrodomésticos, procurava sempre lojas do grupo Sonae para realizar as minhas compras. Deixei pois de o fazer já lá vão vários anos e embora a Sonae viva bem sem a minha pessoas como cliente eu felizmente disponho dum largo universo de alternativas para efectuar as minhas compras. Hoje continuo a receber na minha caixa de email quase que diáriamente convites de adesão a cartões do Continente e da Sonae e embora classifique esse tipo de correio como SPAM ele continua a ser-me enviado. Se outros clientes tivessem o mesmo procedimento que eu tive face a declarações deste empresário, certamente que ao invés da sua empresa continuar a abrir em novas localidades cadeias de distribuição alimentar e não alimentar, passaria isso sim era a encerrá-las por falta de clientes. 


Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 693,439 hits

4shared

Top Clicks

  • Nenhum
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

Follow me on Twitter