Verdadeiro euromilhões esta contratação de 40 milhões de euros a uma empresa de combate a incêndios

Sempre foi minha convicção que os incêndios florestais no nosso País, constituíam um flagrante negócio sobretudo para as empresas que se dedicam ao combate. E porque subjacente ao negócio ao combate aos incêndios existem outros interesses o País em termos florestais está praticamente dizimado. Ainda me lembro já lá vão 40 anos, quando circulando por estradas nacionais porque nessa altura não existiam auto-estradas a não ser a de ligação Lisboa-Porto e o troço Lisboa Estádio Nacional, em plena época de Verão percorrer largos quilómetros debaixo de enormes sombras proporcionadas por pinheiros a ladear as estradas que lhe conferiam uma sombra enorme não permitindo as suas copas sequer a penetração dos raios solares. E nessa altura apenas existiam corporações de bombeiros nas cidades capitais de distrito e nalgumas sedes de concelhos com maior expressão. Igualmente me recordo que nessa época também se registavam elevadas temperaturas e as preocupações pela limpeza e manutenção das manchas florestais eram exactamente as mesmas que hoje se registam. Não é pois argumento válido o de que a causa principal da eclosão dos incêndios florestais se deve à falta de limpeza e manutenção porque antes também tal não acontecia porque tão pouco os seus proprietários dispunham de meios. É sabido que as empresas de celulose no nosso País usaram durante vários anos para produção de pasta de papel pinheiros que eram recuperados de incêndios florestais porquanto parte daqueles que eram objecto de incêndios e que não ficavam carbonizados, apenas ardia a sua casca e o tronco era aproveitado. O nosso país nessa altura ou seja há 40 anos atrás era considerado a nível europeu um dos que possuía uma das maiores manchas florestais. Agora e sobretudo quando nos é proporcionada durante a volta a Portugal em bicicleta imagens captadas de helicóptero assistimos a um espectáculo desolador ou seja a área ardida e largamente superior ás pequenas manchas florestais que possuímos, onde nem sequer mato se vê olhamos para enormes áreas absolutamente desertas e quando essas zonas são constituídas por rochas apenas e só vislumbramos  enormes calhaus. O governo socialista de então interpretando o sentimento de muitos portugueses de que o negócio do combate aéreo aos incêndios florestais era uma das causas da sua deflagração, entendeu como forma de dissuadir os interessados, não renovando os contratos que então então firmados com as empresas operadoras no combate e adquirir helicópteros que passariam a ser património dos serviços florestais e passarem estas a chamarem a si a tarefa de combater os incêndios. Mas como se percebeu pela não manutenção no poder do PS, está ideia foi pura e simplesmente abandonada e os novos governantes optaram por continuar, através de concursos públicos cujos contornos na preferência da empresa adjudicatária são muitos discutíveis pela falta de transparência, foi hoje anunciado que o actual governo adjudicou a uma empresa de combate a incêndios florestais a tarefa de se encarregar de realizar tal tarefa através de 25 helicópteros e pelo modesto valor de 40 milhões de euros, o que traduz sem dúvida uma espécie de euromilhões para a empresa contemplada. E como estamos com o Verão à porta, daqui a dois meses vamos assistir ás habituais reportagens televisivas dando-nos conta de incêndios florestais com o envolvimento destes meios aéreos no combate a incêndios florestais alguns dos quais se extinguem apenas e só quando já não existe matéria para assegurar a combustão e os ingénuos e incautos deste país a continuar a acreditar pelas informações veiculadas pelas televisões que a causa dos incêndios continua a ser a ausência de limpeza das matas e o excessivo calor, como se isso só por si fosse a causa da eclosão dum incêndio.

1 Response to “Verdadeiro euromilhões esta contratação de 40 milhões de euros a uma empresa de combate a incêndios”


  1. 1 jm Maio 8, 2013 às 9:03 am

    Esta questão relacionada com os incêndios florestais bem mais parece um negocio de ocasião do que qualquer outra coisa. Não se compreende como um estado tão pobre e com umas forças armadas a gastar o dinheiro dos contribuintes nos ensaios do equipamento que dispõem, não o coloquem à disposição do pais para combate a incêndios. Também se observam locais de difícil acesso que bem poderiam ser melhorados fora da época de verão com o equipamento militar disponível. Também, o pessoal prisional e desempregados poderiam contribuir para a limpeza das matas. Também, não vejo qualquer inconveniente em que o cidadão jovem pudesse contribuir, durante um período de tempo, como dever cívico, na preparação de caminhos de acesso às matas. Enfim muita coisa poderia ser feita com recurso internos e que estão a ser pagos pelos dinheiros dos contribuintes.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 692,702 hits

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

  • RT @fernando_cabral Blogger da Geórgia explica ataque ao twitter http://bit.ly/Oybo5: Fica assim provado que os russos são uns tipos porreir 7 years ago
  • não a favoreceu. Bem longe disso. 7 years ago
  • Isto por aqui está desinteressante, ninguém aborda ninguém, por falta de tema desafiante, adeus e passem muito bem 7 years ago
  • Será que a ideia de rasgar, vai contemplar o plano tecnológico, para que Portugal possa ficar, mais atrasado no resultado lógico 7 years ago
  • a compra de de tamiflu que nem sequer está aconselhado para combater esta estirpe 7 years ago

Follow me on Twitter


%d bloggers like this: