Os parques industriais neste país cada vez mais se assemelham a cidades fantasmas

Só quem nem viaja pelas periferias das localidades não consegue aperceber-se da desolação que é constatar que inúmeros parques industriais os quais até há bem pouco tempo funcionavam todos no desenvolvimento das suas actividades para as quais estavam vocacionados, um número significativo de instalações que neste momento estão votadas ao abandono, como se tivesse acontecido um acidente nuclear em que todos quantos nestes locais laboravam tivessem sido obrigados a abandoná-los por motivos de risco de contaminação. Mas como é sabido a causa não é essa mas sim em resultado da enorme recessão que acontece no país por exclusiva culpa das opções governamentais os vários parques industriais estão a fechar por abandono da actividade de quem a ela se dedica, visto o mercado interno se limitar ao consumo de apenas e só produtos de primeira necessidade para assegurarem a sua subsistência. Estamos portanto a viver num país moribundo da actividade industrial, graças a políticas erradas e nas quais insistem os seus promotores.

0 Responses to “Os parques industriais neste país cada vez mais se assemelham a cidades fantasmas”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 693,486 hits

4shared

Top Clicks

  • Nenhum
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

Follow me on Twitter


%d bloggers like this: