Não gosto de exibições e muito menos de me exibir mas como já estou farto deste tipo de opiniões aqui vai

Eu possuo um automóvel de fabrico japonês com 2.300 cm3 de cilindrada mas que só tem 150 cavalos de potência. Os entendidos que produzem as suas sábias opiniões nas revistas de automóveis têm por hábito nos comparativos de alguns modelos japoneses que fazem com outros produzidos na Alemanha que a mim pessoalmente me provocam uma gargalhada hilariante porque fazem comparações absolutamente absurdas e recentemente li numa dessas tais revistas um comparativo entre o novo Lexus IS com 223 cvs e o BMW 2.OTD e o Audi 2.0 também turbo, qualquer um deles com muito menos cavalos mas segundo os entendidos com um muito melhor desempenho em matéria de resposta. Resolvi como de resto refiro no post anterior dar uma volta pelo norte do país e além de utilizar estradas nacionais, utilizei numa maior quilometragem percorrida auto-estradas a A/I, A/23, A/7 e A/24. Como andava numa de passeio raramente excedi a velocidade permitida pelo Código da Estrada, neste tipo de rodovias, mas para demonstrar aos entendidos nas respostas dos automóveis alemães em termos de binário, nas descidas fui ultrapassado por tudo quanto eram carrinhos produzidos em Franca e noutros países europeus e sobretudo pelos tais BMW série 3 e Audis, cujo binário é na opinião desses ditos entendidos fora de série. Então é aí que me dá um gozo do caraças deixar para trás em subidas muito acentuadas e sobretudo prolongadas deixar para trás toda essa tralha que é tida como espectacular em matéria de resposta. Na A/24 antes de chegar a Vila Pouco de Aguiar fui ultrapassado por todos os automóveis que na altura por ali circulavam e curiosamente o percurso era constituído por uma descida acentuada. Deixei-os ir todos porque tinha uma certeza iria ultrapassá-los a meio da subida que vislumbrava. E assim aconteceu. Enquanto o binário dos tais automóveis com 1987 cms3 de cilindrada e com 177 cavalos me haviam ultrapassado na descida que antecedera esta subida desta serra cujo cume tinha uma altitude de 1.040 metros e cuja subida se traduzia em alguns quilómetros, fui-os deixando para trás com a potência do meu apenas com 15o cavalos mas com 2.300 cms3 de cilindrada. E quanto terminei a subida tinha deixado para trás todos os automóveis que me haviam ultrapassado uns do mesmo segmento e outros nem por isso. Resolvi exibir-me desta forma porque muito sinceramente estou farto de ouvir, ler e ver programas sobre automóveis feitos por quem se afirma entendidos e que quando fizerem um comparativo, não testem os automóveis em rectas planas levem-nos a efectuar subidas acentuadas e certamente mudarão de opinião quando ás potenciais dos automóveis alemães, que têm normalmente muitos cavalos mas que se cansam muito rapidamente sobretudo se o esforço a dispender tenha de ser elevado.

0 Responses to “Não gosto de exibições e muito menos de me exibir mas como já estou farto deste tipo de opiniões aqui vai”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 693,453 hits

4shared

Top Clicks

  • Nenhum
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

Follow me on Twitter


%d bloggers like this: