A obsessão e tacanhez de Passos Coelho e toda a equipa que escolheu está a ser altamente perniciosa para o nosso país

Nada demove a tacanhez e a obsessão de Passos Coelho a arrepiar o caminho que traçou no sentido de assumir como sendo pagável a dívida que o País tem aos seus credores e que não pára de aumentar apesar dos enormes sacrifícios que têm sido impostos a este povo, em que a mortalidade entre os mais fracos e desprotegidos já aumentou e não me venham com a conversa de treta que não há indicadores que permitam essa conclusão. As achegas de personalidades dos mais variados panoramas são unânimes na afirmação de que a manutenção desta obsessão tacanha do 1º. ministro apenas e só tem servido para a Alemanha encaixar elevados lucros provenientes dos juros altos que nos têm sido impostos, facto que fará com que a dívida aumente exponencialmente e se atinja um valor absolutamente incapaz de poder ser pago. Mas como se isso não bastasse toda esta obsessão e tacanhez é apoiada pelo senhor de Belém que partilha da mesma opinião e não mexe uma palha para por um ponto final neste processo que nos estás a conduzir ao substancial aumento do endividamento comprometendo assim o futuro das gerações vindouras que também irão ser contempladas com estes ou outros ainda piores sacrifícios. O manifesto apresentado por 70 personalidades dos mais diversos quadrantes da nossa sociedade alguns dos quais da área economia e que não partilham da opinião daqueles nos quais se apoiam os governantes tem  provocado as mais diversas reacções sendo que as  do lado dos apoiantes desta incompetente coligação governamental chega mesma a roçar o patético quando referem que a sua intenção em renegociar a dívida, tem como o objectivo o seu não pagamento. Desde quando é que renegociar uma dívida algo que em todas as áreas da nossa sociedade se regista todos os dias traduz a intenção de não se querer pagar. A imbecilidade deste conceito é ilimitada na medida em que quem deve e pede a um ou mais credores que, numa circunstância de dificuldade financeira os reúne para manifestar exactamente essa dificuldade mas face ao propósito de não ficar a dever combinarem condições que sejam favoráveis a que nenhuma das partes fique prejudicado, tal possa intuir sequer a intenção de não querer pagar. Patética tal leitura a qual já não causará grande surpresa a muitos cidadãos que entenderam já que a renegociação só poderá e afirmo eu, só terá lugar quando esta quadrilha governamental for destituída das suas funções e passar a haver um novo governo que terá obviamente toda a legitimidade para quando se sentar à mesa das negociações com os seus credores poder afirmar que não lhe cabe nem tem qualquer obrigação em assumir os compromissos que são da exclusiva responsabilidade deste executivo. Daí o facto de, quer o senhor de Belém quer Passos Coelho, nesta altura insistirem no consenso relativamente a que o maior partido da oposição aceite partilhar dos compromissos que têm sido assumidos.

0 Responses to “A obsessão e tacanhez de Passos Coelho e toda a equipa que escolheu está a ser altamente perniciosa para o nosso país”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 695,845 hits

Comentários Recentes

LouannEmoro em A doença do foro oncológico é…

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

Follow me on Twitter


%d bloggers like this: