A propósito da invocação do 20 aniversário da morte do piloto brasileiro de Fórmula 1 Ayrton Senna, impõe-se esta reflexão

A FIA como de resto as várias organizações internacionais ligadas aos desporto, quer seja elas ao desporto automóvel, quer ao futebol ou qualquer outra modalidade, pelos vários procedimentos dos seus dirigentes na adopção de medidas que alteram os regulamentos que antes estavam em vigor leva-me a concluir que todos eles tal como os poderes políticos estão comprometidos com os poderes económicos. É sabido que o calendário de provas da Fórmula 1 incluem circuitos que nunca deveriam ter sido incluídos face à perigosidade dos circuitos que põem em risco de vida os seus participantes. Sim porque uma coisa é a realização duma prova de Fórmula 1 em autódromos concebidos para este fim e outra coisa é adoptar provas em circuitos dentro de cidades como é por exemplo o circuito o Mónaco, no qual já se registaram vários acidentes no decorrer desta prova com graves consequências. Claro que foi fácil à FIA com um argumento absolutamente inconsistente eliminar o circuito do Estoril do campeonato de Fórmula 1 embora este fosse realizado num autódromo exclusivamente construído para provas automobilística e de motociclos mas os interesses da FIA face a outros circuitos que representam perigosidade para os pilotos não os influenciaram a negar neles as sua realização porque detrás desta aceitação estão interesses ligados aos dirigentes da FIA. No autódromo internacional do Estoril que curiosamente serve antes e depois de ter sido submetido a obras de remodelação e beneficiação para treinos de novos bólides das marcas concorrentes, mas continua a não servir para a realização de provas de Fórmula 1, isto obviamente porque os dirigentes da FIA que são uns corruptos como muitos outros dirigentes doutras modalidade e que preferem por razões de meros interesses pessoais manter o calendário das provas em circuitos altamente perigosos para os pilotos participantes do que proporcionar aos mesmos a participação em circuitos realizados em autódromos nos quais as saídas de pistas nunca jamais poderiam traduzir a morte dum piloto porque o bólide colide numa saída de pista com um muro de betão em que fica desfeito e as hipóteses do piloto de salvar com vida são nulas.

0 Responses to “A propósito da invocação do 20 aniversário da morte do piloto brasileiro de Fórmula 1 Ayrton Senna, impõe-se esta reflexão”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 694,141 hits

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

Follow me on Twitter


%d bloggers like this: