Arquivo de Agosto, 2014

Sempre o afirmei e volto a repetir. Os EUA, tendo em vista a sua industria de armamento e obviamente o objectivo de a manter, tem sido a potência internacional causadora da maior parte dos conflitos mundiais

Não tenho particular simpatia pelos norte-americanos e muito em especial aos políticos que eles escolhem para assumirem o poder. Como se tem provado afinal o Barack Obama é exctamente igual aos seus antecessores relativamente à política internacional e um responsável tal como o seu antecessor George Bush pelo que se está a passar na Ucrânia, na Síria, no Egito etc. É sabido que nos EUA os industriais de armamento são os principais financiadores das campanhas eleitorais para a escolha do presidente. Gastam autenticas fortunas nos apoios que dão, mas claro está que tudo isso é sempre devidamente compensado. E por isso os responsáveis políticos dos EUA assim que assumem o poder encarregam-se imediatamente dessa contrapartida e esta consiste em lanças o caos em países que são tidos, como não democráticos. Como o argumento do enriquecimento do urânio para a fabricação de bombas nucleares já deixou de servir de pretexto para invadir países, optaram por armar milícias contra os governos instituídos nos referidos países e que tem degenerado em autênticas guerras civis, resultando em milhares de mortos, feridos,  estropiados e cidades completamente arrasadas, quer em edifícios quer nas suas infra-estruturas. Sendo portanto eles os responsáveis por tudo quando está a acontecer no Iraque, no Afeganistão, na Síria, no Egito e na Ucrânia, culpa aqueles que estão no terreno a contrariar os objectivos dos norte-americanos. E curiosamente conseguem através da sua ignóbil propaganda convencer muita gente doutros países que os EUA estão a pugnar por pôr fim a actos de terrorismo que a todos nos impressionam quando na realidade foram eles os principais culpados. Como são países em que o ouro negro (vulgo petróleo) jarra milhares de barris por dia, são os potenciais clientes dos industrias de armamento norte-americano que assim continuam a ver fluorescer o seu negócio e assim poderem de novo apoiarem o próximo candidato à Casa Branca.

Mais uma vez a manifestação duma preocupação da Toyota, que é manter o elevado padrão de qualidade dos seus automóveis, algo que nem sempre acontece com os seus concorrentes

b-lexus-a-20140830-870x575
A Lexus pretende expandir sua linha, com olho em rivais alemães•
29 DE AGOSTO DE 2014

NAGOYA – Como a Toyota Motor Corp prepara para marcar o 25 º aniversário da Lexus no próximo mês, a construtora está com o objetivo de fortalecer a marca de luxo, mantendo a produção principalmente no Japão e expandindo sua linha modesta.
Enquanto a marca japonesa mantém um olho em seus rivais alemães, define uma estratégia de longo prazo para solidificar a sua posição no mercado internacional.
Lexus realizou uma festa em Tóquio na terça-feira para comemorar o lançamento do novíssimo utilitário desportivo NX. Cerca de 300 pessoas da indústria da moda e outras empresas participaram.
“É importante que a Lexus é cool ‘spreads de imagem por boca a boca” através dessas pessoas que são muito sensíveis sobre moda e outras coisas, uma pessoa responsável pelas operações da Lexus disse.
Lexus cria uma pista de testes perto da festa que é semelhante àquele vista no comercial de TV para o novo SUV, que é impulsionado por um lugar coberto com espuma. Os hóspedes montou o NX como motoristas profissionais mostrou o que poderia fazer.
Lexus estreou em setembro de 1989 nos Estados Unidos com dois sedans, o LS e ES. O motor silencioso dos LS emblemáticas pegou motoristas de surpresa.O Lexus RX SUV também foi um sucesso após sua estreia de 1998.
No Japão, o Lexus estreou em 2005, mas enfrentou uma série de problemas – a Grande Recessão em 2008, recalls mundiais em 2009 e 2010, e o terremoto de 2011 e tsunami.
As vendas globais totalizaram 523.000 no ano passado, cerca de um terço do que foi vendido pela BMW AG, Audi AG e da Daimler AG Mercedes-Benz.
Toyota colocou a divisão Lexus sob vigilância da Toyota Akio Toyoda Presidente para melhorá-lo. Lexus tem alguns SUVs populares ou carros esportivos que podem defender a imagem da marca. Ele planeia lançar as RC e RC F cupês desportivos deste ano após o NX.
“Vai levar tempo para fazer Lexus uma marca estabelecida. Nós, a nossa geração, provavelmente não será capaz de ver os resultados (dos nossos esforços) “, disse um executivo da Toyota.
Lexus pretende mostrar a sua qualidade furando principalmente à produção nacional, apesar de ter produzido alguns dos SUVs RX no Canadá desde 2003 e planeia mudar alguma produção do sedã ES para os Estados Unidos em 2015.
“O que os clientes esperam da Lexus é a qualidade, serviço e hospitalidade,” Tokuo Fukuichi, chefe da divisão Lexus, disse numa entrevista. “Nós nunca iremos apostar no volume.”

Porque julgo de utilidade pública esta denuncia, aqui vai

NÃO COMPRE ALIMENTOS CHINESES,…

Tome nota cuidadosamente dos códigos de barras – isso vai certamente ser muito útil para si.

Um réptil para alimentação humana

Outro igualmente aproveitado

Imagem I

 

Imagem II

Imagem IV

Imagem V

Imagem VI

 

ALIMENTOS IMPORTADOS PERIGOSOS
O mundo inteiro está com medo do que a China está a fazer,
em termos de bens camados de “bens coração preto” ou viciados.
Você pode diferenciar quais são feitos nos EUA, Filipinas, Taiwan, China ou Portugal?
Para sua informação …
os três primeiros dígitos do código de barras são o código de país, em que o produto foi feito.

Por exemplo códigos que comecem por 690, 691, 695 até 695 são TODOS feitos na CHINA Descrição: cid:8.3010268524@web173205.mail.ir2.yahoo.com

471 é feito em TWAIAN.

Hoje em dia, os empresários chineses sabem que os consumidores não preferem produtos “made in China “, por isso eles não mostram de que país ela é feita.

No entanto, agora pode consultar o código de barras, e lembre- se, caso os três primeiros dígitos sejam 690-695 , então ele é feito na China. Evite-os. …

00 ~ 13 USA & CANADA
30 ~ 37 FRANCE
40 ~ 44 GERMANY
49 ~ JAPAN
50 ~ UK
57 ~ Denmark
64 ~ Finland
76 ~ Switzerland and Lienchtenstein
560~PORTUGAL
628 ~ Saudi-Arabian
629 ~ United Arab Emirates
740 ~ 745 – Central America
All 480 Codes are Made in the Philippines

NÃO COMPRE ALIMENTOS PROCESSADOS NA China, Hong Kong , Vietnam e Tailândia!
Nesses Paises, não existem regras de inspeção de alimentos !

Gosta de Frango vendido em tendas?

Leia este texto e veja o que está a COMPRAR.

Especialmente produtos PEIXES “Highliner”, todos vêm de China,

mesmo que a caixa diga “produto do Canadá’, é da China e processado no Canadá,

ou seja, o revestimento é adicionado e embalados apenas no Canadá!

Os peixes são criados em tubos que utilizam produtos químicos

que são proibidos no Canadá por serem cancerígenos,

mas que são legais na China. Isto foi exposto na CBC TV.Market.

Isto vai fazer você pensar antes de comprar qualquer coisa da China.

Bem, você está gostando de ver comida chinesa

aparecendo em seu supermercado a torto e a direito?

Já reparou que não pode comprar um pacote único de peixes

que não é feito na China (ou Vietnã)?

Você acha que o seu alimento a partir de China é

processado de forma higiênica e thussafe para comer?
Olhe para isso!

Pense nisso.

Estas imagens fechados disfarçados falam mais que mil palavras.
Evite comprar todos os alimentos processados embalados em China Anything goes!

Nós simplesmente não sabemos o que mais nos pacotes.

Ao contrário de os EUA Além disso, o Canadá ea China

não tem leis que regulam o processamento de alimentos.

Não compre qualquer alimento processado da China e Hong Kong também.

Muitas empresas estão usando um endereço de Hong Kong

para evitar esse tipo de reputação de imagem.

Imagem VII

Logo pela manhã parte para reconher galinhas mortas
Procura por elas

Imagem XV

Agora sim já se encontram bronzeadas
Enviar a tantas pessoas quanto possível.

Não compre alimentos originários da China (ou Vietnam e Tailândia)!

Leia os rótulos e procure pelo país de origem!

Pare de comprar alimentos com origem na China.

” Sua saúde está em jogo!”

Barato significa que você vai pagar com a sua saúde …

em alguns casos, pode até não haver uma cura.

Agora é consigo, está avisado(a).

Um excelente artigo de opinião do professor Jorge Bento, que nos motiva reflexão

A NOVA DITADURA – O REGIME DA CLEPTOCRACIA

O caso do Banco Espírito Santo tem o mérito de pôr completamente a nu o regime que vigora em Portugal. É exatamente igual ao que se apoderou de todo o mundo. A atual versão da democracia chama-se ‘cleptocracia’.

A generalidade dos cidadãos tem perfeita consciência e suficiente conhecimento disso, mas está conformada à situação. Prima pela indiferença e pela falta de uma reação que acabe com a vergonha.

Estamos mais mortos do que no tempo do Estado Novo. Naquela era estávamos vivos, a tal ponto que obrigávamos os sacripantas a cuidar das aparências. Agora eles não têm essa necessidade. O mal dá-se ao luxo de se apresentar às escâncaras e de se rir, com gargalhadas estridentes e a bandeiras despregadas, na nossa cara. Ou seja, hoje, os cidadãos consentem que o mal ande por aí com total transparência, à vista de quem não se recusar a vê-lo.

Vivemos numa ditadura, repito, numa ditadura, que não se rala absolutamente nada por exibir disfarces esfarrapados de democracia. É como se nos tivéssemos habituado a uma comida envenenada, que não mata de uma vez, mas vai-nos matando silenciosa e sorrateiramente por dentro, na nossa dignidade e identidade.

Já o disse noutras ocasiões, os intelectuais e os académicos são corresponsáveis pela cleptocracia reinante. São coniventes com esta imundície que lhes chega ao pescoço, sem denotarem repelência pelo ar fétido que exala da cloaca em que tudo isto se tornou.

Afinal, nas Business Schools, Faculdades, Escolas e Institutos de economia, de gestão, de marketing e afins ensina-se o quê? A estabelecer negócios sérios ou artimanhas, métodos e procedimentos para incentivar a ‘criar’ negócios e ‘empreendedores’ sujos, desprovidos de escrúpulos e de inibições cívicas? E nas Faculdades de Direito, ensina-se a respeitar a legalidade e a ética ou forjam-se figurões, competências e habilidades para as driblar?

E aos comentadores e jornalistas, não lhes causa qualquer inquietude o facto de se prestarem a desempenhar o ‘papel’ de aldrabões e trampolineiros? Com que então o Banco de Portugal tem cumprido bem – e até de modo exemplar! – a função de regulador e disciplinador do sistema bancário? Está-se mesmo a ver, não está?! Como classificar um léxico e uma terminologia (e os seus utentes) que, em vez de esclarecer, servem para instalar a mistificação e confundir o cidadão?

Alguém, com um mínimo de inteligência, acredita que se pode ser Presidente do Banco de Portugal ou da CMVM – Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, sem estar mais ou menos integrado no sistema bancário e no setor financeiro? Poderá chegar a qualquer um dos cargos uma criatura que enfrente a desconfiança ou a oposição dessas confrarias? Sim ou não?

Regular e disciplinar o sistema bancário e o mercado financeiro será ir, de vez em quando, à Assembleia da República, fazer declarações, aparentemente condenatórias, mas não impeditivas da prática contumaz de fraudes, umas atrás das outras?

Que nome podemos dar a esta democracia do ‘faz de conta’ se não o de cleptocracia, consentida e oleada, de cima a baixo, pelos diferentes poderes? Aplica-se ou não a eles esta passagem – Se gritar: pega ladrão, não fica um, meu irmão!) – de uma conhecida canção brasileira?

Sentem os portugueses repugnância e revolta contra este roubo organizado? Não, não dão sinais que apontem nessa direção. Deixaram-se anestesiar, pouco a pouco, para irem morrendo lentamente sem o mínimo sintoma de dor moral. Não têm desculpa, nem podem esperar compreensão ou perdão. Vão legar aos vindouros uma memória de desdoiro e condenação.

Jorge Bento

29.07.2014

Ora aqui temos uma notícia para poderá ajudar aumentar o “ego” do sexo feminino

Mudança de cultura no Japão permite que uma engenheira assuma o lugar de chefia que antes apenas era confiado aos homens

AR-308259962

 

Chika Kako foi uma engenheira júnior que na Toyota Motor Corp, atingiu um nível semelhante ao dos seus companheiros, predominantemente do sexo masculino. “Por que você não se casou?”
Tais ocorrências eram comuns na década de 1990 no Japão, onde as mulheres no local de trabalho, muitas vezes foram relegadas ao status de “senhora do escritório”, derramando chá verde, até que encontrarem um marido que se aposentasse.
“Os senhores nunca fazem essa pergunta, mas quando eu era jovem, era comum”, lembra ela.
Mas a engenheira química de fala suave, presa com ela, silenciando os pessimistas, em 2012, ela fez história ao se tornar o primeiro engenheiro-chefe da Toyota feminino e a primeira a ganhar esse título no Japão.
Não obstante Mary Barra da General Motors, que alcançou celebridade como primeiro CEO do sexo feminino de uma grande montadora, as mulheres de nível executivo ainda são poucas na indústria automóvel.
Especialmente no Japão. No entanto, a ascensão de Kako para o lugar de chefia para o hatchback Lexus CT ressalta uma mudança dramática num país notório pela sua inicial mentalidade. Montadoras japonesas, finalmente em sintonia com a necessidade de introduzir mais diversidade no desenvolvimento, fabricação e venda dos seus produtos

Os descrédito nos partidos está mais do que comprovado, face ao desinteresse de participantes nas eleições primárias do PS

A pouco mais dum mês mais própriamente a um mês e 5 dias, o número de simpatizantes registados para participação nas eleições primárias marcadas para o dia 28 de Setembro, devem certamente frustrar as expectativas de ambos os candidatos ou seja o actual líder e aquele que o pretende substituir. É sabido que António Costa o autarca de Lisboa, tem obra feita e esta é bem visível. Não é se resto por acaso que a cidade de Lisboa se tem animado quase diariamente com a acostagem de grandes navios de passageiros, verdadeiras cidades flutuantes dos quais desembarcam milhares de turistas que deambulam pela cidade durante a permanência dos navios no Porto de Lisboa, animando as suas ruas esplanadas e animando assim a transformada capital do país em que existem uns que entendem que Costa nada tem feito para valorizar a cidade e outros que efectivamente reconhecem o mérito da obra feita. E perguntam vocês que me irão ler. E o que tem isso a ver com a vontade de António Costa destronar o seu camarada António José Seguro. Ora tem exactamente a ver com isso, porque o autarca de Lisboa já demonstrou obra feita e que se saiba não conhecemos nenhuma realizada pelo António José Seguro. Daí achar que nas primárias de 28 de Setembro vai ser necessário contar muito bem as espingardas dado que o duelo será renhido, face a baixa participação de eleitores, porque o número de militantes a juntar aos trinta e tal mil simpatizantes não traduzem efectivamente uma expressão da vontade dum povo em mudar seja o que for. É lamentável sem dúvida esta manifesto desinteresse porque continua a não ser deste forma que os desacreditados das forças políticas vão assistir a qualquer mudança no país e são co-responsáveis por isso, face ao seu visível desinteresse.

Uma excelente notícia tendo em vista que actualmente para serem detectados tumores têm de ser efectuados exames de custo elevado nos respectivos centros de diagnóstico.

Grupo tem como objetivo detectar 13 tipos de câncer em um único teste
KYODO
19 DE AGOSTO DE 2014
ARTIGO HISTÓRIA
PRINT AÇÃO
Um grupo que compreende o Centro Nacional do Câncer, empresas privadas e universidades japonesas, disse segunda-feira que vai lançar um projeto de cinco anos para permitir a detecção de 13 tipos de câncer a partir de uma amostra de sangue simples.

O projeto ¥ 7900000000 liderada pela New Energy and Industrial Technology Development Organization, órgão administrativo independente conhecida como Nedo, tem por objectivo permitir a detecção precoce do câncer de estágio através de um simples exame de sangue.

O teste de sangue é esperado para ajudar a diagnosticar estômago, esófago, pulmão, fígado, tracto biliar, cancros do pâncreas, cólon, ovário, da próstata, da bexiga e da mama, bem como o sarcoma e tumores gliais.

Ele vai exibir microRNAs como marcadores tumorais. Os microRNAs, substâncias no sangue e outros fluidos corporais, foram encontrados a subir quando as pessoas desenvolvem câncer. Mais de 2500 tipos de microRNAs ter sido confirmada em seres humanos e devem servir como indicadores de cancro.

Os participantes, incluindo Toray Industries Inc. irá analisar o soro e amostras de tecido do corpo de 65.000 pessoas preservados pelo Centro Nacional do Câncer para o desenvolvimento do equipamento de detecção.

“Se nós podemos desenvolver testes de alta precisão o primeiro do mundo no Japão, pode prolongar os anos de vida saudável das pessoas e contribuir para o desenvolvimento das indústrias”, disse Tomomitsu Hotta, presidente do Centro Nacional do Câncer.


Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 690,586 hits

Comentários Recentes

António Barbosa em Consegui finalmente a estabili…

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

  • RT @fernando_cabral Blogger da Geórgia explica ataque ao twitter http://bit.ly/Oybo5: Fica assim provado que os russos são uns tipos porreir 7 years ago
  • não a favoreceu. Bem longe disso. 7 years ago
  • Isto por aqui está desinteressante, ninguém aborda ninguém, por falta de tema desafiante, adeus e passem muito bem 7 years ago
  • Será que a ideia de rasgar, vai contemplar o plano tecnológico, para que Portugal possa ficar, mais atrasado no resultado lógico 7 years ago
  • a compra de de tamiflu que nem sequer está aconselhado para combater esta estirpe 7 years ago

Follow me on Twitter