Sempre o afirmei e volto a repetir. Os EUA, tendo em vista a sua industria de armamento e obviamente o objectivo de a manter, tem sido a potência internacional causadora da maior parte dos conflitos mundiais

Não tenho particular simpatia pelos norte-americanos e muito em especial aos políticos que eles escolhem para assumirem o poder. Como se tem provado afinal o Barack Obama é exctamente igual aos seus antecessores relativamente à política internacional e um responsável tal como o seu antecessor George Bush pelo que se está a passar na Ucrânia, na Síria, no Egito etc. É sabido que nos EUA os industriais de armamento são os principais financiadores das campanhas eleitorais para a escolha do presidente. Gastam autenticas fortunas nos apoios que dão, mas claro está que tudo isso é sempre devidamente compensado. E por isso os responsáveis políticos dos EUA assim que assumem o poder encarregam-se imediatamente dessa contrapartida e esta consiste em lanças o caos em países que são tidos, como não democráticos. Como o argumento do enriquecimento do urânio para a fabricação de bombas nucleares já deixou de servir de pretexto para invadir países, optaram por armar milícias contra os governos instituídos nos referidos países e que tem degenerado em autênticas guerras civis, resultando em milhares de mortos, feridos,  estropiados e cidades completamente arrasadas, quer em edifícios quer nas suas infra-estruturas. Sendo portanto eles os responsáveis por tudo quando está a acontecer no Iraque, no Afeganistão, na Síria, no Egito e na Ucrânia, culpa aqueles que estão no terreno a contrariar os objectivos dos norte-americanos. E curiosamente conseguem através da sua ignóbil propaganda convencer muita gente doutros países que os EUA estão a pugnar por pôr fim a actos de terrorismo que a todos nos impressionam quando na realidade foram eles os principais culpados. Como são países em que o ouro negro (vulgo petróleo) jarra milhares de barris por dia, são os potenciais clientes dos industrias de armamento norte-americano que assim continuam a ver fluorescer o seu negócio e assim poderem de novo apoiarem o próximo candidato à Casa Branca.

0 Responses to “Sempre o afirmei e volto a repetir. Os EUA, tendo em vista a sua industria de armamento e obviamente o objectivo de a manter, tem sido a potência internacional causadora da maior parte dos conflitos mundiais”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 693,453 hits

4shared

Top Clicks

  • Nenhum
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

Follow me on Twitter


%d bloggers like this: