Arquivo de Novembro, 2014

Depois do que aconteceu durante três anos de governação desta coligação, não poderia estar mais da acordo com o líder do PS

Ignorar pura e simplesmente a existência de ambos os partidos que a formam e que sempre entenderam actuar da forma que sempre acharam mais conveniente não auscultando o seu principal opositor. É assim mesmo António Costa, “quem com ferros mata,  com ferros morre”. Já chega deste menosprezo político e espero e desejo que quando o PS em Novembro do próximo ano tomar posse do governo que formará, a primeira medida a tomar seja a de varrer sem contemplações toda a tralha que o PSD e CDS, colocou nos centros de decisão e quer a nível da administração pública quer a nível das empresas públicas que até lá ainda existam. A tolerância zero deve ser a regra a aplicar aos “boys” que o PSD e CDS colocaram no exercício dos mais diversos cargos e tão pouco sequer se devem preocupar com os comentários que imediatamente surgem na comunicação social que como sabemos está sempre ao serviço dos grandes grupos económicos que têm contribuído para a desgraça do país através de falências fraudulentas

Quando Sócrates na sua primeira comunicação afirma que vai recorrer à justiça pela forma como foi detido certamente não o fará ás instâncias judiciais portuguesas

Reflecti sobre a afirmação de José Sócrates no seu primeiro comunicado, relativamente à forma como ocorreu a sua prisão preventiva e atendendo a que ele tem a noção de que os magistrados judiciais deste país fazem parte do universo de pessoas que lhe nutrem um ódio visceral, ele vai recorrer ao Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, porque foi flagrantemente violado o princípio constitucional da presunção de inocência, consagrado na Constituição e será por aí que ele vai começar. Desilude-se que pense que ele vá recorrer aos tribunais portugueses porque isso corresponderia a mais uma acção judicial perdida tal como aconteceu com outras que ele interpôs e mereceram despachos favoráveis contra quem ele os moveu. E tal como o Tribunal Europeu já condenou por diversas vezes os Estado Português, não terá dúvidas para o voltar a fazer sempre que alguém a ele recorra porque a matéria de facto que vai ser apreciada será sem dúvida o direito à presunção de inocência que, como facilmente se provará, foi violado constitucionalmente. É esta a minha convicção relativamente ao primeiro passo que Sócrates vai dar porque sabe que não valerá a pena fazê-lo nos tribunais portugueses porque o resultado corresponderia a um completo fracasso. E quando isso acontecer os pasquins habituais que sistematicamente o perseguem pois isto entrou já no domínio da obsessão dos respectivos colaboradores, não sei senão irão dançar ao som da música que eles têm tocado, pois não é minimamente compreensível como através deles sucessivamente em matéria de processos mediáticos sejam os que estejam continuamente na linha da frente para relatar factos que vão ocorrer nas instâncias judiciais. Porque não há registo de acontecimentos semelhantes em qualquer outro país europeu, que tivéssemos tido conhecimento. Quanto à matéria de facto que está a ser investigada é também da mais elementar importância que provocada que seja a existência dos factos que constituem a investigação o seu autor seja acusado e aplicada a pena correspondente aos comprovados crimes praticados. Eu tenho para mim que Sócrates para já tem a sua favor a violação do direito ao princípio da presunção de inocência, por ter sido comprovada a violação do segredo de justiça e ninguém o consegue ilibar nem agora nem nunca do julgamento popular que já lhe foi feito.

Com os últimos acontecimentos está-se a criar a ideia que não existe ninguém sério em Portugal

Quanto se afirma que se fossem presos todos os políticos corruptos em Portugal não haveria ninguém para o governar, não concordo minimamente com tal ideia e acho mesmo que a generalização é perigosa. Existe neste país como em qualquer outro pessoas honestas quer na política quer fora dela, tal como existem corruptos nos mais variados sectores da nossa sociedade, como se resto tem sido comprovado por diversas prisões, embora havendo talvez mais corruptos na nossa sociedade que não estão presos nem sequer indiciados porque a dimensão da corrupção é chamada de pequena monta. Mas a razão quanto a mim da ideia de generalização da corrupção no seio da classe política prende-se com o facto de, muitos dos militantes dessas mesmas forças fazerem carreira desde a juventude, mantendo-se nas mais diversas funções ao longo da sua vida até quase chegarem à 3ª. idade. Nada de mais errado esta filosofia que os partidos usam, porque os vícios que se criam são perniciosos e acabam por resultar muitos vezes em transformar os autores face aos lugares que ocupam em presas fáceis dos corruptores. Sim, porque o grande problema da existência dos corruptos é porque existem os corruptores e do meu ponto de vista são estes que aliciam os corruptos e que fazem com que cada vez mais o seu número aumente. Curiosamente quando se fala em corrupção duma maneira geral o objectivo judicial é deter o corrupto e não se preocupar com o corruptor, quando sabemos e insisto na ideia que os corruptos só passaram a existir a partir da altura em que surgiram os corruptoes porque estes ao aliciarem o corrupto, conseguem sempre atingir os seus objectivos e os sucessos dos seus empreendimentos. E porque cada vez mais vivemos numa sociedade consumista os corruptores obtêm sempre ou quase sempre êxito nos seus aliciamentos dos corruptos. Como infelizmente neste pais o número de processos por corrupção aumentaram exponencialmente e tendem a aumentar, naturalmente que as pessoas sérias e algumas deles são por vezes convidadas pelas partidos quando ascendem ao poder para assumirem cargos de responsabilidade não estão dispostos a aceitar porque não querem ser também elas catalogadas com a quase generalização da ideia de que os políticos são todos corruptos. Impõe-se por isso, sob pena de o descrédito nas forças políticas continuar a cair e de tal maneira chegarmos ao ponto de, num acto eleitoral com importâncias dumas legislativas o poder acabar por ser constituído com base em apenas 50% ou até menos de eleitores votantes, ou seja não haver há luz da vontade popular uma legitimação do poder constituído, face ao número de eleitores votantes. Insisto em que importa aos partidos alterar o seu sistema de funcionamento ou seja acabar com a ideia de que abraçar uma carreira política traduz a obtenção duma emprego, isto para que os partidos se vão renovando e forma a que eles se expurguem daqueles militantes potencialmente passíveis de se deixarem aliciar por corruptores e assim continuarmos a assistir ao que temos assistido.

Parece-me muito interessante este dispositivo que a Toyota pretende colocar à disposição dos seus clientes

Um carro da Toyota Motor Corp. será equipado com as mais recentes tecnologias de segurança desta empresa, parando automaticamente na frente de um manequim durante uma manifestação na quarta-feira, em Tóquio. | REUTERS

Toyota vai oferecer pacotes de condução segura anti-colisão, a partir de 2015
KYODO
27 DE NOVEMBRO DE 2014

Toyota Motor Corp. vai começar a oferecer pacotes de condução segura anti-colisão, para seus carros no próximo ano, com o objectivo de torná-los disponíveis para a maioria dos seus modelos de passageiros em 2017 no Japão, América do Norte e Europa.

Os pacotes, um para carros compactos e outra para veículos de médio porte e de luxo, combinam uma câmera e um radar para ajudar a prevenir ou mitigar as colisões em determinadas velocidades, informou o maior fabricante do mundo, disse quarta-feira.

Toyota não lista os preços para os pacotes de segurança, dizendo que uma vez que eles serão oferecidos a preços baixos, o suficiente para “incentivar a utilização generalizada.”

A empresa japonesa é um dos muitos fabricantes de automóveis nacionais e estrangeiros que competem para desenvolver tecnologias que poderia finalmente eliminar as mortes no trânsito e lesões.

Algumas das montadoras, como a General Motors Co. e Nissan Motor Co., estão ainda perseguindo carros que dirigem. A Toyota, por sua vez, desenvolveu um protótipo que caracteriza a condução rodovia automatizado.

Anúncio da anti-colisão de quarta-feira, e os pacotes de seguro-condução será um passo em direcção a uma maior utilização de sistemas de condução assistida por computador, a Toyota disse, acrescentando que ele vai beneficiar países como o Japão, onde a população está envelhecendo.

Ambos os pacotes vão integrar as tecnologias existentes da Toyota. A um para carros compactos, com lançamento previsto para a primavera, usa uma câmera e radar a laser para ajudar a prevenir ou mitigar colisões com objetos à frente, manter o carro na sua pista e garantir a visibilidade para a frente ideal durante a condução noturna.

O anti-colisão, sistema de frenagem automático funcionaria quando um carro está indo entre 10 e 80 quilômetros por hora.

Outro pacote que inclui uma câmera e um dispositivo de radar de ondas milimétricas serão disponibilizados a partir do próximo verão para os modelos de médio porte e de alta tecnologia, fornecendo a capacidade de detectar pedestres e veículos, além das três características elogiado pelo pacote de condução mais modesto.

O mesmo pacote também oferece um controle automático de velocidade que pode manter um carro a uma certa distância do veículo da frente.

Porque faço questão de desfazer equívocos, impõe-se que esclareça o seguinte relativamente à minha indignação quanto à forma como Sócrates foi detido

Considero-me um eleitor que usa o voto no sentido útil, segundo as minhas escolhas e convicções. Relativamente ás minhas abordagens quanto à prisão preventiva que foi decretada pelo juiz que o investiga, a minha reacção,  como julgo ser a dos demais portugueses, apenas e só se refere ao aparato como foi detido José Sócrates, que foi tão relatado pela comunicação social que se repercutiu na imprensa internacional de tal forma que até o El País porque entrevistou António José Saraiva esse responsável do SOL que tem um ódio visceral a Sócrates, referiu na mesma entrevista que isto corresponde à queda dos donos de Portugal,  visto ligar a detenção do antigo 1º. ministro à falência do BES. É espantoso sabendo nós quem são em Portugal as forças económicas que fazem mover o poder, basta atentar apenas nos barões do PSD que estão colocados nas mais variadas empresas que constituem o poder económico do país. Não ponho a mão no fogo por nenhum político seja ele de que força for, nem sequer me atrevo a pensar que Sócrates fosse incapaz de cometer qualquer ilícito no exercício da função em que esteve investido, tal como não sou capaz de pensar que qualquer dos membros do governo actual também não o fossem, dado que, a incapacidade da justiça funcionar em Portugal no caso dos crimes de colarinho branco, são um estímulo para que tal aconteça e continue a acontecer. Nunca tive e não tenho especial admiração ou apreço pelo ex-primeiro ministro até porque não fui sequer um eleitor que tivesse contribuído para a eleição do PS com maioria absoluta, porque na altura tudo assim o indicava e sou contra as maiorias absolutas porque têm efeitos perversos. Por isso e desta forma pelo menos tento dissipar dúvidas por eventuais juízos errados acerca das minhas simpatias políticas.

Não concordo com o opinião dos comentadores de serviço que insistem que a prisão de Sócrates vai provocar sérios danos no PS

E não concordo pela simples razão se no PS tem havido suspeitas de ilícitos sobre figuras importantes do topo, o PSD é nessa matéria o campeão. Seria estar a elaborar uma lista fastidiosa do figuras de relevo que estiveram, estão e vão continuar a estar sobre suspeita de vários ilícitos cometidos, mas curiosamente nenhum deles esteve ou está na prisão com excepção de Isaltino Morais.

Os ilícitos cometidos por exemplo só no BPN envolvem vários elementos que foram da cúpula do PSD, José Oliveira e Costa que foi titular duma pasta ministerial no governo de Cavaco Silva, Manuel Dias Loureiro, também ele foi titular duma pasta nesse mesmo governo, Duarte Lima etc.etc.

O próprio Cavaco Silva como de resto ficou provado revendeu as acções do BPN com um elevado lucro, sabendo o seu amigo Oliveira e Costa que o banco estava já falido.

Toda esta gente beneficiou com a falência do Banco os contribuintes portugueses foram obrigados a assumir o prejuízo das fraudes mas os beneficiários estão bem na vida.

Embora os registos não se fiquem por aqui, mas a referência deste caso concreto é exactamente para desmontar a ideia errada dos comentadores de serviço que insistem que a prisão preventiva de José Sócrates vai afectar o PS no ano eleitoral que irá acontecer em Outubro do próximo ano.

Lembrar pois esses comentadores que o caso BPN ocorreu exactamente no governo de Sócrates e os protagonistas da sua falência, foram várias figuras importantes do PSD e isso não desmotivou o eleitorado apoiante do PSD de nele votarem, o que de resto levou a esta espectacular governação que todos conhecemos.

Dai achar que o actual líder do PS contrariamente ao que afirmam os comentadores, não vai ter que se dotar dum qualquer rasgo brilhante que leve a não tirar a vontade daqueles que já a manifestaram em votar neste partido.

Por tudo quanto aconteceu ontem relativamente à decisão do juíz Carlos Alexandre só nos resta uma hipótese para acabar com esta promiscuidade de justiça andar de braço dado com o poder

É decidirmos todos quantos nos repugnam estes actos,  juntar a esquerda, seja ela moderada ou extremista. E para isso temos essa oportunidade em Outubro do próximo ano e sem hesitarmos votarmos expressivamente nos partidos de esquerda, porque só desta forma faremos com que esta direita que tem roubado o país das formas mais diversas, sejam os respectivos autores que até os conhecemos todos detidos sem qualquer tipo de espectáculo. Mas é também importante que as fontes de informação de processos de averiguações não cheguem ao conhecimento dos habituais jornais, para tanto envolver em processos crime porque é disso que se trata quer o jornalista que viola o segredo de justiça quer o próprio jornal em que a notícia é divulgada. Já basta desta brincadeira de se afirmar que os processos estão em segredo de justiça e esse mesmo segredo é sistematicamente violado por dois jornais, os quais encontram obviamente depois eco nas demais fontes de informação. Este país viveu 48 anos em ditadura mas pelos vistos alguns dos seus habitantes se habituaram de tal forma que manifestam o seu saudosismo votando em partidos da direita como o PSD e CDS, que como sabemos tendo imensos telhados de vidro têm conseguido face à justiça que temos passar impunes nos processos de averiguação, que tão pouco chegam a passar dessa fase por razões óbvias, as de não interessar julgar os implicados. Não está aqui em causa se o ex-primeiro ministro cometeu ilícitos, porque se o fez deve ser incriminado por isso apesar de em termos de opinião pública o circo montado pela justiça teve uma tal dimensão que se repercutiu na empresa estrangeira. E curiosamente até já apareceram comentadores estrangeiros a acharem curiosa a coincidência de eleições daqui a menos dum ano. Ou seja até os observadores estrangeiros não se deixam enganar por esta montagem e de imediato a denunciam. Portanto a todos quantos dispensam o seu tempo para ler as minhas abordagens, só temos uma posição a assumir se a partir do próximo ano vamos querer ver todos os implicados em crimes praticados por membros quer do PSD quer do CDS, é darmos força ás forças de esquerda para que venha a ser poder, porque é a única forma de termos a esperança de podermos ver alguns deles atrás das grades, pois de contrário se continuarmos com o centrão no poder a ladroagem continuar a acontecer.


Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 690,586 hits

Comentários Recentes

António Barbosa em Consegui finalmente a estabili…

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

  • RT @fernando_cabral Blogger da Geórgia explica ataque ao twitter http://bit.ly/Oybo5: Fica assim provado que os russos são uns tipos porreir 7 years ago
  • não a favoreceu. Bem longe disso. 7 years ago
  • Isto por aqui está desinteressante, ninguém aborda ninguém, por falta de tema desafiante, adeus e passem muito bem 7 years ago
  • Será que a ideia de rasgar, vai contemplar o plano tecnológico, para que Portugal possa ficar, mais atrasado no resultado lógico 7 years ago
  • a compra de de tamiflu que nem sequer está aconselhado para combater esta estirpe 7 years ago

Follow me on Twitter