Este engodo da autoridade tributária, através do sorteio do automóvel, não tem só por objectivo detectar as empresas que fogem ao fisco

Existem por detrás deste engodo outros objectivos e são facilmente descortináveis. Imaginemos que determinado contribuinte resolve solicitar todas as facturas referentes aos seus gastos com o respectivo número fiscal e que esse mesmo contribuinte recebe na empresa em que trabalha um determinado montante o qual face ao seu desempenho e previamente acordado com a empresa recebe um complemento ao ordenado não declarado. Imaginemos, sim,  porque a partir do momento em que esse mesmo contribuinte apostou em pedir facturas para tudo quanto consume a autoridade tributária fica ao fim de cada ano fiscal na posse de todos os gastos desse contribuinte, mas face ao rendimento declarado no IRS e o valor das despesas apuradas, pode até haver um resultado que suscita dúvidas ao funcionário das finanças que realizou esse apuramento. Não será que esse contribuinte que alinhou no engodo das finanças não será confrontando com o pedido de justificação ou até cruzamento de informação com as suas contas bancárias. Parece-me evidente que sim. Outros exemplos poderia aqui citar mas julgo desnecessário. Estamos pois perante uma forma de aliciamento dos contribuintes através do engodo do sorteio dos automóveis, para desta forma, face a todos os seus gastos comprovados através da emissão de facturas com o número de contribuinte, ficar a autoridade tributária ao corrente do que cada um gasta e comparar isso com os rendimentos que declara anualmente no IRS. E todos aqueles que recebem complementos ás remunerações mensais, não declaradas por interesse das partes, patronato e colaborador, se os valores das despesas apresentadas porventura ultrapassar o valor do rendimento declarado vai ter de imediatamente justificar perante a autoridade tributária como consegue fazê-lo. Mas entretanto estas inteligências governamentais vão continuar a propiciar esquemas ás grandes empresas que fogem ao fisco através da deslocalização da sede das suas empresas para autênticos paraísos fiscais. Continuem pois entusiasticamente a pedirem factura para todos os gastos com o número de contribuinte que, apesar da muito remota possibilidade de serem contemplados com um automóvel que até podem depois nem ter condições financeiras para o suportarem a sua manutenção, são igualmente presas do fisco, pela razão anteriormente explicada, mas não só.

1 Response to “Este engodo da autoridade tributária, através do sorteio do automóvel, não tem só por objectivo detectar as empresas que fogem ao fisco”


  1. 1 Kruzes Fevereiro 14, 2015 às 5:43 pm

    A questão não está no automóvel. Essa é apenas a parte folclórica da coisa. Para os rendimentos de 2015 ou temos facturas ou estão garantidos, no casal de 2 titulares, no mínimo mais 500 euros de irs…


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 692,192 hits

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

  • RT @fernando_cabral Blogger da Geórgia explica ataque ao twitter http://bit.ly/Oybo5: Fica assim provado que os russos são uns tipos porreir 7 years ago
  • não a favoreceu. Bem longe disso. 7 years ago
  • Isto por aqui está desinteressante, ninguém aborda ninguém, por falta de tema desafiante, adeus e passem muito bem 7 years ago
  • Será que a ideia de rasgar, vai contemplar o plano tecnológico, para que Portugal possa ficar, mais atrasado no resultado lógico 7 years ago
  • a compra de de tamiflu que nem sequer está aconselhado para combater esta estirpe 7 years ago

Follow me on Twitter


%d bloggers like this: