As autarquias e as obras faroónicas que se tornaram moda, com disparates à mistura na delapidação de recursos que não têm

Todos nós temos a noção de que generalização pelas autarquias na implementação de rotundas quer no interior das localidades,  quer nas entradas e saídas das mesmas, absorveram elevados montantes dos seus orçamentos apesar de alguns subsídios vindos da UE. Depois generalizou-se o investimento em piscinas municipais a maioria com água aquecida em localidades como por exemplo Almeida em que a sua população mesmo que toda ela frequentasse a dita piscina, seria possível rentabilizá-la. Um investimento absolutamente disparatado tendo em vista certas localidades em que tal foi feito sem qualquer retorno e bem pelo contrário a registarem prejuízos face à manutenção deste tipo de equipamento. Logo a seguir os municípios resolveram investir em ciclovias e no caso da autarquia de Oeiras e não só lá se vê passar de quando em vez um ciclista na sua utilização. Ultimamente tenho notado que no Concelho de Cascais a moda nova em termos de investimento é nalgumas ruas com dois sentidos eliminarem um dos sentido, ou seja a rua passar a ter apenas sentido único e a faixa de rodagem substituída por passeios duma largura enorme que certamente irão servir para os moradores neles parquearem os seus automóveis. Mas o mais curiosa é que este investimento em largos passeios não se limita ás ruas dentro das localidade já estão a ser construídos passeio ao longo de estradas que ligam povoações. Ora é sabido que nem os portugueses têm propensão para percorrerem longos caminhos a pé, nem os detentores de bicicletas enchem ou pelo menos animam as ciclovias que se vêm por aí espalhadas dentro e foram das localidades. Em conclusão. Apesar das rotundas permitirem sem dúvida uma certo descongestionamento no fluxo do trânsito e que deixo de ser moda, porque também já não há espaço para as implementar, as autarquias torraram dinheiro a investir em piscinas municipais com águas aquecida a maioria das quais não as conseguem rentabilizar e muito menos conseguir com a receita que arrecadam suportar os custos de manutenção. As ciclovias foi um investimento que como se vê não aproveitado pela maioria dos ciclista que agora nem sequer precisam disso porque este governo através da alteração do Código da Estrada concedeu-lhes um estatuto que se sobrepõem ao dos automobilistas e ainda que continuem a investir na construção de passeios ao longo das entradas não consegue com isso entusiasmar as pessoas a andar a pé

0 Responses to “As autarquias e as obras faroónicas que se tornaram moda, com disparates à mistura na delapidação de recursos que não têm”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 685,645 hits

Comentários Recentes

Antonio em Atenção consumidores a MEO 40…

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

  • RT @fernando_cabral Blogger da Geórgia explica ataque ao twitter http://bit.ly/Oybo5: Fica assim provado que os russos são uns tipos porreir 7 years ago
  • não a favoreceu. Bem longe disso. 7 years ago
  • Isto por aqui está desinteressante, ninguém aborda ninguém, por falta de tema desafiante, adeus e passem muito bem 7 years ago
  • Será que a ideia de rasgar, vai contemplar o plano tecnológico, para que Portugal possa ficar, mais atrasado no resultado lógico 7 years ago
  • a compra de de tamiflu que nem sequer está aconselhado para combater esta estirpe 7 years ago

Follow me on Twitter


%d bloggers like this: