Gostaria que algum dos muito entendidos que existem em Portugal me explicassem a razão da necessidade de existência do Banco de Portugal

Como todos sabemos no tempo em que Portugal tinha moeda própria, o saudoso escudo, justificava-se a existência dum banco emissor que era assim que o Banco de Portugal era entendido, sendo-lhe ainda atribuído a função reguladora e obviamente fiscalizadora da actividade bancária exercida no nosso País. Com a nossa entrada na União Europeia e respectivamente na União Monetária o nosso país deixou de utilizar o escudo e passou a utilizar o euro a moeda adoptada nos países da comunidade europeia. Por essa razão o Banco de Portugal deixou de ser o banco emissor de moeda própria e limitou-se apenas a ficar com a função que já tinha de ser a entidade reguladora da actividade bancária, função essa que a partir de Janeiro irá perder porque em boa hora a UE entendeu chamar a si essa função. Acabai à pouco de ouvir que a UE apenas assume o papel de regulador para grandes bancos pelo que a regulação dos pequenos bancos continua a ser realizada pelos antigos bancos emissores dos países que integram a UE e fazem parte de união monetária. Ou seja em Portugal apesar de,  face a todos os maus desfechos que tem havido relativamente à falência de bancos, porque incompetência ou inércia do Banco de Portugal que não tem exercido a sua função de regulador e fiscalizador da actividade bancária, de forma conveniente de molde a evitar todos estes lamentáveis desfechos que se traduzem em prejuízos de milhares de milhões de euros para os contribuintes, continuam a manter-se os chamados bancos emissores que já há muito que não emitem moeda e que, quanto ao exercício de regulação e fiscalização da actividade bancária ela tem sido catastrófica, permito-me perguntar a quem me souber responder, afinal para que serve a manutenção desta entidade que tem um conselho de administração que absorve milhares de euros por mês e colaboradores a quem deveria ser pedida a responsabilidade por como tem sido demonstrado, não têm exercido convenientemente o seu papel no que concerne à fiscalização da actividade bancária, quer pelo número de bancos já falidos e mais grave ainda o montante dessas falências que têm de ser cobertas pelos contribuintes.

0 Responses to “Gostaria que algum dos muito entendidos que existem em Portugal me explicassem a razão da necessidade de existência do Banco de Portugal”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 685,645 hits

Comentários Recentes

Antonio em Atenção consumidores a MEO 40…

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

  • RT @fernando_cabral Blogger da Geórgia explica ataque ao twitter http://bit.ly/Oybo5: Fica assim provado que os russos são uns tipos porreir 7 years ago
  • não a favoreceu. Bem longe disso. 7 years ago
  • Isto por aqui está desinteressante, ninguém aborda ninguém, por falta de tema desafiante, adeus e passem muito bem 7 years ago
  • Será que a ideia de rasgar, vai contemplar o plano tecnológico, para que Portugal possa ficar, mais atrasado no resultado lógico 7 years ago
  • a compra de de tamiflu que nem sequer está aconselhado para combater esta estirpe 7 years ago

Follow me on Twitter


%d bloggers like this: