Arquivo de Janeiro, 2016

Qualquer ignorante entende que no Mundo a economia gira em torno da energia, tudo o que se produz, depende dela

Ora é sabido que o preço do barril de petróleo a principal fonte de energia que faz mover a economia mundial está a cair exponencialmente e obviamente que isso se reflecte na recuperação dos economias que antes estavam a viver com enorme dificuldade face ao elevado custo do barril de petróleo que como é sabido chegou atravessar a barreira dos 100 dólares. Prevê-se agora que a descida se mantenha e até há quem afirme poder o preço baixar até aos 10 dólares, ou seja irá fazer com que algumas das empresas que se dedicavam á extracção sobretudo a nível oceânico o deixe de o fazer pois não é rentável, visto o seu custo de produção ser elevado. Ainda assim como a oferta aumentou e agora com o levantamento do embargo ao Irão um dos países mais importantes na exploração deste combustível fóssil, como a procura está a diminuir, dado que o sector automóvel aquele que mais combustíveis fósseis consome, se está a transformar, com propostas em novas soluções energéticas, para além dos países estarem a apostar nas energias alternativas como a eólica e fotovoltaica o consumo dos combustíveis fósseis está a cair significativamente. Ora é baseado no principal facto de produção que o actual governo do PS está a apostar através do seu ministro das finanças Mário Centeno, algo que os críticos das suas medidas não conseguem entender porque não perceberam ainda desta realidade que não vai ter retorno ou seja, o preço do barril de petróleo, mesmo em consequência do abandono de algumas plataformas de exploração petrolífera e uma ligeira quebra nos milhões de barris produzidos, os valores de oscilação não terão influencia na carestia dos meios de produção que dependem da energia. Isto apesar de como sabemos ter havido para aí uns iluminados que afirmavam haver o risco das jazidas de petróleo se esgotarem. Não vai tal acontecer e com o ritmo das alternativas no sector rodoviário e não só essas fontes energéticas jamais se esgotarão, bem pelo contrário, altura chegará que pura e simplesmente serão abandonadas. É pois lamentável que os ditos economistas de renome que têm uma visão errada sobre os factores económicos insistam nos mesmos planos de recuperação de economia apesar de já ter sido demonstrado que os mesmos não funcionam.

Sinceramente espanta-me a falta de lucidez de todos aqueles que têm dúvidas quanto ao crescimento da economia e a inevitável saída da crise em que nos encontramos

Inclusivamente a UTAO desconfia que o objectivo do orçamento do governo do PS seja atingido, quando é sabido que o motor de qualquer economia, mundial ou interna, assenta essencialmente nos meios de produção que neste caso são, como todos temos a noção o preço do barril do petróleo. Como é sabido o seu preço tem caído significativamente e já há até observadores que admitem chegar o seu preço ao mínimo histórico de 10 dólares o barril. Esta tendência obviamente que influi significativamente nos custos de produção, permitindo desta forma que os preços não sejam inflacionados e obviamente isso estimula o consumo interno e externo. Se os meios de produção, neste caso os energéticos descem, a industria beneficia substancialmente com isso porque reduz os seus custos, E obviamente que a aposta do actual titular da pasta das finanças Mário Centeno é exactamente esta. Aproveitar a conjuntura actual que aponta na continua descida do preço do barril do petróleo para ser estimulado o consumo e a economia interna crescer, dado que também a externa registará a mesma tendência como se compreende. E a tendência da descida do petróleo o principal meio de produção não sofrerá qualquer alteração no sentido inverso, porquanto o Irão país produtor ao qual foi levantado o embargo internacional, vai colocar no mercado milhões de barris de petróleo a um preço concorrencial por forma a melhorar a vida das pessoas no seu país face à situação provocada pelo embargo petrolífero imposto durante vários anos. Seria pois conveniente que a economista que lidera a UTAO fosse substituída no cargo dada a sua avançada idade e sobretudo a sua visão duma realidade para a qual a mesma não está preparada para encarar. 

Confissão dum blogger relativamente á velha saída e nova entrada do ano

Os meus amigos/as mais atentos/as certamente terão reparado que não fiz qualquer alusão à saída de 2015 nem à entrada do 2016, que normalmente até costumo ilustrar com algumas imagens num registo de partilha de bons momentos.

Mas este ano que findou por ter sido mau para muita gente na qual me incluo, não acabou bem.

Na quarta feira passada dia 30 o meu filho comemorou o seu 42º aniversário e o programa incluía um jantar num restaurante próximo de sua casa. Logo pela manhã e como sintomas já revelados nas 3ª. feira acordei com uma forte constipação em que cheguei a ter sessões de espirros que contados por colegas chegaram a ultrapassar os doze seguidos. As narinas gotejavam quase parecendo um fontenário em que os lenços de papel tinha um consumo absolutamente incrível.

Quando regressei do trabalho como me sentia febril tirei a temperatura e o termómetro já registava 37,5º o que apesar de não ser significativa a mesma, resolvi telefonar ao meu filho e informá-lo de que não ía ao seu jantar comemorativo do seu aniversário. Não gostou, mas aceitou.

Veio buscar a mãe e qual não é o meu espanto que quando a minha mulher chega por volta das 23H00 a casa e abre a porta ao vir a gemer, fiquei a saber que, como tem a mania de não utilizar os elevadores dos prédios por medo de ficar encarcerada, ao descer a escada do prédio onde mora o nosso filho, escorregou na dita e estatelou-se tendo a nossa filha ido imediatamente com ela ás urgências da clínica da Luz no Parque dos Poetas.

Apesar de ter tido feito uma radiografia do torax a zona castigada pela queda nas escadas segundo a médica que a observou não tinha feito qualquer fractura apenas estando a zona afectada muito magoada.

Eu da minha constipação com tendência para gripe, já me livrei através da toma de Acerola Forte, um excelente produto natural e o esfregar dos pés com Vicks Vaporub, ao deitar, experiência com a qual me consigo normalmente livrar num período de 3 a 4 dias não recorrendo a nenhum fármaco.

E eis que estou aqui a fazer a minha confissão da muito fraca saída do ano de 2015 ea  não melhor entrada de 2016, porque tive novamente de assumir a tarefa doméstica, especialmente a confecção de refeições.


Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 690,493 hits

Comentários Recentes

Maria em Cada vez mais me capacito que…

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

  • RT @fernando_cabral Blogger da Geórgia explica ataque ao twitter http://bit.ly/Oybo5: Fica assim provado que os russos são uns tipos porreir 7 years ago
  • não a favoreceu. Bem longe disso. 7 years ago
  • Isto por aqui está desinteressante, ninguém aborda ninguém, por falta de tema desafiante, adeus e passem muito bem 7 years ago
  • Será que a ideia de rasgar, vai contemplar o plano tecnológico, para que Portugal possa ficar, mais atrasado no resultado lógico 7 years ago
  • a compra de de tamiflu que nem sequer está aconselhado para combater esta estirpe 7 years ago

Follow me on Twitter