A estupidez da dupla penalização por excesso de velocidade nas auto-estradas

O Código da Estrada tem sido continuamente alterado sobretudo nos últimos 10 anos e pelos resultados a que temos assistido em termos da sinistralidade automóvel, em especial a resultante de excessos de velocidade nas auto-estradas, não parece terem os números crescido por forma a justificar estas últimas medidas que correspondem a uma dupla penalização. Os utilizadores das autoestradas que pagam as tarifas fixadas sem direito a reclamação, fazem-no com o objectivo de se deslocarem para os locais de destino em troços que lhe permitem utilizar uma velocidade de cruzeiro que lhes encurte a viagem e lhes ofereça condições de segurança e uma mobilidade sem transtornos e complicações, resultantes de engarrafamentos de trânsito. Se todos quantos utilizam as auto-estradas se deslocassem apenas à velocidade de 120 km/hora, ou seja no limite fixado pelo Código da Estrada, certamente que daqui resultaria a existência de autênticos c comboios de veículos que se transformariam em engarrafamentos extensos. A recente instalação de radares nas auto-estradas vão condicionar os seus utilizadores e face à dupla penalização que o excesso de velocidade lhes pode causar vai originar a que, num futuro muito próximo constataremos os tais engarrafamentos de trânsito resultante da obrigatoriedade de cumprimento do limite de velocidade que agora os radares irão obrigar os condutores a cumpri-lo. E como os automóveis vão circular nas auto-estradas em fila uns atrás dos outros naturalmente que irão registar-se acidentes com muito mais frequência do que aquela que até agora as estatísticas registavam. Curiosamente os nossos legisladores têm por hábito adoptarem medidas copiadas doutros países e foi de resto o que se verificou agora com a penalização por pontos na carta de condução. Todavia sabemos que o nosso País é um dos que melhor possui uma rede viária, no tocante á existência de auto-estradas. Na Alemanha existem troços nas suas auto-estradas nas quais é permitido ultrapassar o limite de velocidade estabelecido pela sua Lei, sem que os condutores que as utilizem estejam sujeitos a qualquer tipo de infracção. No universo das nossas auto-estradas existem troços de vários quilómetros cujo traçado, sem sinuosidade, nem qualquer outro tipo de perigosidade a observância do limite de velocidade a 120 km/hora, se traduz numa enorme estupidez legislativa. Ou seja, se estivéssemos na presença de legisladores com inteligência no Código da Estrada recentemente aprovado com todas as alterações que lhe foram introduzidas, no tocante ao limite de velocidade, ficaria expresso esta excepção, isto é: Nos troços de auto-estrada em que não se verifique qualquer tipo de perigosidade e desde que os mesmos estejam devidamente sinalizados, poder nos mesmo ser permitida a ultrapassagem do limite máximo permitido pelo Código da Estrada, tal como de resto agora e sempre existiu em que em determinados troços das autoestradas em que existe perigosidade, a velocidade permitida e sinalizada é nalguns casos de 100Kms/hora e noutros apenas 80. Fica aqui a minha sugestão para os responsáveis pelas alterações ao Código da Estrada, uma vez que este cerco montado aos automobilistas vai cada vez mais desmotivá-los de circularem nas autoestradas dados todos estes condicionalismos. 

0 Responses to “A estupidez da dupla penalização por excesso de velocidade nas auto-estradas”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 685,645 hits

Comentários Recentes

Antonio em Atenção consumidores a MEO 40…

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

  • RT @fernando_cabral Blogger da Geórgia explica ataque ao twitter http://bit.ly/Oybo5: Fica assim provado que os russos são uns tipos porreir 7 years ago
  • não a favoreceu. Bem longe disso. 7 years ago
  • Isto por aqui está desinteressante, ninguém aborda ninguém, por falta de tema desafiante, adeus e passem muito bem 7 years ago
  • Será que a ideia de rasgar, vai contemplar o plano tecnológico, para que Portugal possa ficar, mais atrasado no resultado lógico 7 years ago
  • a compra de de tamiflu que nem sequer está aconselhado para combater esta estirpe 7 years ago

Follow me on Twitter


%d bloggers like this: