Já passaram mais duma vintena de anos que deixei de adquirir revistas ditas da especialidade automóvel, por achar pouco credível a opinião dos seus especialistas

Quem me visita, ou quem mais diretamente priva comigo, sabe que sou um apreciador exigente do automóvel. E a experiência ao longo da minha existência permitiu-me conhecer por os ter conseguido possuir várias dezenas de marcas e modelos de automóveis, que apesar de na altura ser um fiel leitor de revistas da dita especialidade automóvel nunca comprei nenhum por influencia dos pareceres dos tais especialistas. De toda a vivência em matéria de automóveis na sua maioria e até atingir a meia centena da minha existência, as condições económicas nunca me permitiram ir além do chamado segmento utilitário, que mesmo nesse segmento foi-me possível construir uma opinião acerca do que melhor me satisfez e formular opiniões absolutamente contrárias ao aconselhamento por parte dos meus amigos de determinadas escolhas que pretendem fazer. A partir do meu meio século de existência começou a ser possível chegar aos automóveis do segmento médio e tive algumas experiências com marcas e modelos europeus muito bem cotados na opinião dos especialistas das revistas de automóveis mas que foram para mim uma desilusão relativamente à sua fiabilidade e não só. Nestes últimos doze anos optei por marcas de confiança e inspiradoras de satisfação em termos de desempenho. Tive uma carrinha Subaru Legacy motor de 2 litros de tração integral permanente, que pelo facto de estar mal representada em Portugal, por razões de 2 situações de somenos importância fez com que me desfizesse dela ao fim de 3 anos, apesar de ter sido um automóvel que me satisfez em termos de desempenho. E pela primeira vez,  ao longo da minha existência e o meu gosto pelos automóveis, repeti na escolha da mesma marca e modelo, ou seja o segmento primium da Toyota, por sem duvida nenhuma não ter nada a ver com a concorrência. A Lexus confrontada como os outros construtores de automóveis, com a exigência estúpida do normativo da UE que obriga os automóveis novos de propulsão a diesel serem dotados dum filtro de partículas, para quem possua um automóvel com a observância desse exigência e não faça estrada para efeitos de regeneração do filtro de particulas é confrontado com inúmeros problemas que podem até afetar gravemente o motor. E os japoneses da Toyota pura e simplesmente se marimbaram para esta exigência e deixaram de fabricar Lexus a gasóleo comercializados na Europa, optando por motores a gasolina mas sendo o seus modelos todos híbridos ou seja na condução citadina circulam praticamente em modo elétrico a uma baixa velocidade e o motor de explosão só entra em funcionamento acelerando. Ou seja a marca priminum da Toyota ultrapassou assim essa exigência oferecendo automóveis mais amigos do meio ambiente face ao CO2, ultrapassando significativamente as marcas tão apreciadas pelos especialistas de automóveis expressas nas revistas da especialidade e que em termos dos construtores europeus não têm qualquer comparação nem semelhança.

0 Responses to “Já passaram mais duma vintena de anos que deixei de adquirir revistas ditas da especialidade automóvel, por achar pouco credível a opinião dos seus especialistas”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 685,645 hits

Comentários Recentes

Antonio em Atenção consumidores a MEO 40…

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

  • RT @fernando_cabral Blogger da Geórgia explica ataque ao twitter http://bit.ly/Oybo5: Fica assim provado que os russos são uns tipos porreir 7 years ago
  • não a favoreceu. Bem longe disso. 7 years ago
  • Isto por aqui está desinteressante, ninguém aborda ninguém, por falta de tema desafiante, adeus e passem muito bem 7 years ago
  • Será que a ideia de rasgar, vai contemplar o plano tecnológico, para que Portugal possa ficar, mais atrasado no resultado lógico 7 years ago
  • a compra de de tamiflu que nem sequer está aconselhado para combater esta estirpe 7 years ago

Follow me on Twitter


%d bloggers like this: