As seguradoras limitam-se apenas e só a zelar pelos seus interesses em detrimento dos interesses do segurado que é quem lhes dá o lucro

No meu anterior post referi que no início do mês de Agosto a minha filha quando circulava com o automóvel próximo da estação da Santa Apolónia, na faixa da esquerda de repente um condutor que circulava na faixa da direita com um Smart, sem respeitar a distância para mudança de direcção, não têm pouco ter feito sinal de pisca-pisca para essa manobra, a minha filha apesar de circular a uma velocidade moderada teve de travar abruptamente ainda assim não conseguindo evitar bater na traseira lateral do lado direito do Smart, provocando-lhe o amolgamento do respectivo guarda-lamas. Ficando o veículo que a minha filha conduzia com a ponteira do para-choques amolgada, a óptica, direita riscada e o guarda-lamas da frente também ligieramente amolgado. O causador do acidente, apesar da sua manobra irresponsável não se quis dar como culpado e chamou a política de trânsito. Esta chegada ao local entendeu que efectivamente as circunstâncias da ocorrência eram da responsabilidade do condutor do Smart pois os próprios estragos das duas viaturas assim o demonstravam. A seguradora onde há 5 anos mantenho o automóvel seguro, contra todos os riscos, incluindo danos próprios, cujos prémios até então pagos excedem mais de 3.500 euros, sem nunca ter feito qualquer participação à dita seguradora por danos próprios ou causados a terceiros, com surpresa minha recebo a informação do sector de sinistros de que a resolução desta situação, tinha sido a imputação de 50% a cada uma dos intervenientes. Não concordando com tal decisão poderia recorrer para a arbitragem. Ora não o quis fazer porquanto todas as entidades sob-contratadas pelas seguradoras para resolverem conflitos obviamente que saem sempre em defesa de quem lhes paga ou seja das seguradoras. Resolvi por isso enviar uma comunicação à Mapfre informando de que pela forma como foi resolvida a questão do acidente, não me interessa manter o contrato de seguro automóvel, pelo que solicitei o seu cancelamento. Com estupefacção minha recebo agora uma email no qual só informado de que o seguro foi celebrado por anuidade e como tal a Mapfre se arroga no direito de me obrigar a continuar segurado até ao final deste anos. Como já cancelei o pagamento por débito em conta e vai ser efectuado um novo seguro, quero ver onde é que eles vão receber o próximo trimestre uma vez que a falta de pagamento à luz do que a lei consagra determina o cancelamento do seguro. Mas não deixa de ser extraordinário que o seguro automóvel é obrigatório, com o qual concordo inteiramente, mas o assumir de responsabilidades por parte das seguradoras não é porque têm sempre em atenção a salvaguarda dos seus interesses.

0 Responses to “As seguradoras limitam-se apenas e só a zelar pelos seus interesses em detrimento dos interesses do segurado que é quem lhes dá o lucro”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 685,645 hits

Comentários Recentes

Antonio em Atenção consumidores a MEO 40…

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

  • RT @fernando_cabral Blogger da Geórgia explica ataque ao twitter http://bit.ly/Oybo5: Fica assim provado que os russos são uns tipos porreir 7 years ago
  • não a favoreceu. Bem longe disso. 7 years ago
  • Isto por aqui está desinteressante, ninguém aborda ninguém, por falta de tema desafiante, adeus e passem muito bem 7 years ago
  • Será que a ideia de rasgar, vai contemplar o plano tecnológico, para que Portugal possa ficar, mais atrasado no resultado lógico 7 years ago
  • a compra de de tamiflu que nem sequer está aconselhado para combater esta estirpe 7 years ago

Follow me on Twitter


%d bloggers like this: