Já a algum tempo que a nossa justiça se vem queixando relativamente ás fraudes que se têm registado na Banca de que não têm meios técnicos para que os processos sejam concluídos com sucesso

Ninguém tenha dúvidas que o processo de averiguações do BPN foi mal conduzido porque, face aos beneficiados pelas fraudes que se verificaram nas empresas ligadas a este banco que o levaram à falência, os seus responsáveis nomeadamente Manuel Dias Loureiro, Duarte Lima e outros teriam sido também constituídos arguidos no processo, mas que gozam de plena liberdade apesar do seu envolvimento face ao que na altura veio a público na comunicação social, este excelente veículo de investigação de que as autoridades judiciais também se servem. De resto já uma juíza no caso concreto deste processo se havia queixado da falta de meios para este tipo de investigação que obviamente carece de técnicos à altura porque não se trata dum crime vulgar. Como se assiste apesar da lamentação desta magistrada judicial, não foram criados por nenhum governo mecanismos convenientes de pessoal habilitado para conduzirem uma investigação séria e conveniente por forma a reunir elementos de prova, através dos quais fosse possível punir exemplarmente os respectivos autores. Já passaram vários anos e o que deverá acontecer e não nos surpreende é que o processo vai prescrever o que também não foi criado nenhum mecanismo judicial que evite que um crime deste natureza prescreva e os responsáveis não sejam punidos. Como se o que se passou com o BPN não fosse, pela gravidade do montante da falência a razão bastante para de imediato o governo em funções criasse junto da PJ um departamento específico para com técnicos com formação necessária para escrutinar fraudes bancárias fosse possível através duma investigação cuidada apurar os responsáveis e condená-los exemplarmente. E como isso não foi feito outros bancos se lhe seguiram com idêntico desfecho trágico para todos aqueles seus clientes que perderam o dinheiro das suas aplicações algumas das quais nem sequer feitas com o consentimento dos clientes. Foram eles o BES, o Banif e agora a CGD e não serão os únicos como tudo faz indicar que calha existem outros. Ou seja contrariamente ao que se passa em qualquer outro país europeu como por exemplo na Islândia os bancos vão mesmo à falência e não há o medo do contágio ou o tal efeito bola de neve como referiu na altura o medíocre ministro das finanças de Sócrates, Teixeira dos Santos ao nacionalizar o BPN, cujo prejuízo já aponta para mais de no mil milhões de euros. Na Islândia os bancos que foram à falência desapareceram do mercado e os responsáveis por isso estão comodamente a cumprir pena de prisão pelo crime cometido. Por aqui nada acontece porque nenhum governo acha necessário que se confiram condições à justiça com técnicos devidamente abalizados para fazerem uma investigação capaz, célere e através da qual se consiga punir os culpados pela falência dos Bancos.

0 Responses to “Já a algum tempo que a nossa justiça se vem queixando relativamente ás fraudes que se têm registado na Banca de que não têm meios técnicos para que os processos sejam concluídos com sucesso”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivos

Central Blogs

congeminações

Central Blogs

Categorias

congeminações

  • 685,645 hits

Comentários Recentes

Antonio em Atenção consumidores a MEO 40…

4shared

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
Listed on BlogShares
Powered by BannerFans.com
Twingly BlogRank

twitter

congeminacoes

  • RT @fernando_cabral Blogger da Geórgia explica ataque ao twitter http://bit.ly/Oybo5: Fica assim provado que os russos são uns tipos porreir 7 years ago
  • não a favoreceu. Bem longe disso. 7 years ago
  • Isto por aqui está desinteressante, ninguém aborda ninguém, por falta de tema desafiante, adeus e passem muito bem 7 years ago
  • Será que a ideia de rasgar, vai contemplar o plano tecnológico, para que Portugal possa ficar, mais atrasado no resultado lógico 7 years ago
  • a compra de de tamiflu que nem sequer está aconselhado para combater esta estirpe 7 years ago

Follow me on Twitter


%d bloggers like this: